5 dicas para praticar a tolerância

375
0
Share:

Por mais que nosso mundo evolua, infelizmente ainda são muitos os casos de pessoas agredidas e julgadas por serem homossexuais, negras ou de religiões consideradas “diferentes”. São fatos extremos e reais e o mais triste é que a grande maioria que se diz não preconceituosa e não racista, age diferente no dia a dia, olhando torto se um negro se aproxima pra conversar, criticando o filho da vizinha que se veste como uma menina, ou desprezando um colega de trabalho pela sua escolha religiosa…

Quanta hipocrisia e mediocridade!!!

Então, hoje, o meu recado é pra quem está vivendo esta farsa de ter um discurso agradável sobre as diferenças e, no íntimo, se sentir superior aos outros:

Praticando a Tolerância:

– Olhe pra dentro de si e seja verdadeiro consigo mesmo – pare de parecer que é bom, se no seu interior há tanto crítica em relação aos outros.

– Que tal começar a cuidar de sua própria vida, dos seus relacionamentos, do seu marido, da sua esposa, dos seus filhos, da sua casa, do seu trabalho?

– As pessoas que gastam seu tempo recriminando a vida dos outros geralmente estão cheias de problemas e erros para consertar e se escondem em uma “capa” de superioridade para camuflar seus medos e fraquezas.

– Chegou a hora da verdade: Quem você acha que, aos olhos de Deus, tem valor? Quem está vivendo a sua vida como pode, apesar de “ser diferente” perante a opinião dos preconceituosos, ou quem passa a existência falando mal dos outros, censurando comportamentos alheios e pisando em quem não se encaixa em suas exigências?

– Cuidado com o exemplo que você está deixando para seus filhos e netos com esta postura preconceituosa, porque um dia você vai envelhecer e aí, infelizmente, você poderá ser considerada ‘diferente’ pelos seus familiares e destinado ao abandono. É isso que você quer pra sua vida?

– Pense nisso e, daqui pra frente, que você possa lembrar que uma das chaves para a felicidade nessa vida é a compaixão – a habilidade de se colocar na “pele” do outro e entender o que se passa com ele, sem recriminações.

Share:

Leave a reply