Acelino Popó é o mais rico entre os esportistas que vão participar das eleições em outubro

4481
0
Share:

do iG

As eleições para deputado federal, deputado estadual e senador terão muitos conhecidos do mundo do esporte. E, a julgar pela declaração de bens dos candidatos, o ex-boxeador Acelino Popó de Freitas é o mais abonado, com R$ 3,1 milhões em patrimônio.

Em busca da reeleição como deputado federal na Bahia, Popó alega possuir R$ 2,9 milhões em cotas de sua empresa, além de participação em uma academia, uma empresa de promoções e eventos e um galpão. O baiano ainda é dono de um Citroen Pallas de R$ 58 mil, um triciclo de R$ 73 mil e um quadriciclo de R$ 19.600.

O segundo mais rico é Giovane Gavio, que fez sucesso como jogador de vôlei. Candidato a deputado federal por Minas Gerais, ele acumula patrimônio de R$ 2,3 milhões, incluindo três lojas em Florianópolis, um apartamento em Juiz de Fora, uma BMW X1 de R$ 100 mil e um Mercedes GL 500 de R$ 250 mil.

Giovane terá o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, como rival nas urnas. Kalil não declarou renda. Já o presidente cruzeirense Gilvan Tavares, que sonha com a cadeira de deputado estadual, disse ter R$ 1 milhão, graças, principalmente, a seu apartamento em Belo Horizonte e a aplicações no Banco do Brasil.

Outro cartola que testará sua popularidade é o ex-presidente corintiano Andrés Sanchez, candidato a deputado federal por São Paulo. Ele declarou R$ 1,7 milhão – em sua primeira confissão, havia dito possuir R$ 800 mil. A última declaração apresenta dois imóveis, além de cotas em empresas de reciclagem, embalagem plástica, locadora de veículos, e um posto de combustível.

abel

Boleiros em baixa? Apesar de movimentar muito dinheiro, o futebol parece não ter garantido grandes fortunas aos jogadores que querem seguir na vida política.

Romário, dono de um dos maiores currículos da história do futebol, assegura ser dono de “apenas” R$ 1,3 milhão. Em sua declaração, consta metade de cinco apartamentos em Vista Alegre, que juntos valeriam R$ 244 mil. Acredite: não há qualquer carro.  O Baixinho, que já é deputado federal, pretende se tornar senador.

Já o ex-goleiro Danrlei, do Grêmio, possui R$ 1 milhão, contra R$ 703 mil de Marcelinho Carioca e zero do ex-corintiano Dinei.

 

Share: