Acidente define pódio da Fórmula Indy na Califórnia

223
0
Share:

LONG BEACH, CA (BDCi) – O quadragésimo prêmio Toyota Grand Prix de Long Beach, na California, reuniu 23 pilotos na categoria Indycar, incluindo os dois pilotos brasileiros: Hélio Castroneves e Tony Kanaan.

A novidade deste ano, foi o novo procedimento na largada dos pilotos, a organização adicionou “Standing Start”. No novo procedimento, os pilotos fazem duas voltas no circuito e alinham em suas posições de largada. Quando todos os carros estão em posição, um sinal de 5 segundos é dado através de um panel com luzes vermelhas sendo iluminado. A contagem regressiva começa por acender um par de luzes vermelhas a cada segundo. A corrida começa quando todas as luzes deste panel forem desligadas.

“Para mim, o que define o Indycar é a diversidade da corrida e adicionando o “standing start” é mais um diferencial nessa categoria” disse o Diretor da Corrida Beaux Barfield, em sua visita a tenda do Apex Brasil, um dos patrocinadores oficiais da Formula Indy.

CORRIDA

Com muitos problemas técnicos e acidentes, apenas 12 pilotos completaram as 80 voltas do circuito. O vencendor foi o joven Mike Conway, da equipe Fuzzy’s Vodka/Ed Carpenter Racing. Em segundo lugar veio Will Power, da equipe Verizon Team Penske. O colombiano Carlos Munoz, da Andretti Autosport, ficou com a terceira colocação.

Faltando 25 voltas para o fim do Grand Prix, um grande acidente envolvendo cinco carros tirou o então favorito Ryan Hunter-Reay da prova. Takuma Sato, vencedor de 2014, também não conseguiu evitar o choque ao dar de frente com os carros de Hunter-Reay, Josef Newgarden, James Hinchcliffe e Jack Hawksworth engalfinhados na curva 4. Tony Kanaan veio no mesmo embalo e também bateu forte, além de Kanaan, também envolvido no choque estava Castroneves que precisou parar para repor o bico do carro. O piloto paulista terminou em 11º lugar, perdendo a 3º colocação no campeonato para Simon Pagenaud, e agora ocupa a 4ª posição do ranking.

“Os meninos da equipe fizeram um ótimo trabalho”, elogiou Castroneves. “Infelizmente, fomos pegos pelo acidente na curva 4. Isso foi muito decepcionante.”

Foto: Alex Torres

Foto: Alex Torres

 

Kanaan largou na 14ª posição. Durante a prova, uma manobra de sorte o fez chegar ao segundo lugar, mas isso não foi suficiente para garantir um bom resultado. O piloto abandonou a prova na volta de número 55.

A próxima corrida acontece no dia 27 de abril em Birmingham, no Alabama, no Barber Motorsport Park.

Veja como terminou a etapa de Long Beach:

1º) Mike Conway, Ed Carpenter Racing
2º) Will Power,Penske
3º) Carlos Muñoz, Andretti Autosport
4º) Juan Pablo Montoya, Penske
5º) Simon Pagenaud, Schmidt Peterson Hamilton Motorsports
6º) Mikhail Aleshin, Schmidt Peterson
7º) Oriol Servià, Rahal Letterman Lanigan Racing
8º) Marco Andretti, Andretti Autosport
9º) Sebastian Saavedra, KV Racing
10º) Carlos Huertas, Dale Coyne Racing
11º) Helio Castroneves, Penske
12º) Scott Dixon, Chip Ganassi
13º) Graham Rahal, Rahal Letterman Lanigan Racing
14º) Sebastien Bourdais, KV Racing
15º) Jack Hawksworth, Bryan Herta Autosport
16º) Justin Wilson, Dale Coyne Racing
17º) Ryan Briscoe, Chip Ganassi
18º) Tony Kanaan, Chip Ganassi
19º) Josef Newgarden, Sarah Fisher Hartman Racing
20º) Ryan Hunter-Reay, Andretti Autosport
21º) James Hinchcliffe, Andretti Autosport
22º) Takuma Sato, AJ Foyt Racing
23º) Charlie Kimball, Chip Ganassi

 

Por Janete Weinstein e Gabriela Suzano

 

 

 

Share: