Americana lança livro sobre sua jornada em busca de um recomeço

360
0
Share:

Livre! Esse é o título do livro da Cheryl Strayed que completou sozinha, uma das trilhas mais extensas dos Estados Unidos. Strayed decidiu enfrentar os 1.770km da famosa Pacific Crest Trail (PCT), que atravessa a costa oeste do pais. A trilha se extende da divisa do mexico até a divisa do Canada, passando pela California, Oregon e Washigton. Ela ainda passa por 25 florestas nacionais e 7 parques nacionais, além de ter diferentes elevações durante o percurso. Em Oregon é onde ela alcança o pico mais alto, com 4.009 metros em Serra Nevada.

Aos 45 anos, a mãe de Cheryl Strayed morreu de câncer. Cheryl ficou arrasada e sua vida desandou. Destruiu seu relacionamento com o marido, começou a usar heroína e a ter um caso atrás do outro. No auge da depressão, aos 26 anos, surigiu uma esperança e ela decidiu enfrentar a trilha. Cheryl não tinha experiência em caminhadas de longa distância e a trilha era bem mais que uma linha num mapa. Com o pouco de dinheiro e os equipamentos que conseguiu comprar, ela partiu para a caminhada de 100 dias.

Em sua caminhada solitária, ela se deparou com ursos, cascavéis e pumas ferozes e sofreu todo tipo de privação. No livro, a autora conta como enfrentou, além da exaustão, o frio, o calor, a monotonia, a dor, a sede e a fome, além de outros fantasmas que a assombravam. Seu relato captura a agonia, tanto física quanto mental, de sua incrível jornada; como a enlouqueceu e a assustou e como, principalmente, a fortaleceu.

Livre,  Cheryl Strayed, Objetiva, 376 págs, R$39,90

Share:

Leave a reply