Anac fará auditoria nos check in da TAM e GOL

177
0
Share:
BRASÍLIA (BDCi) — A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) decidiu nesta quinta-feira (25) realizar auditorias nos sistemas de check-in da TAM e da Gol. A medida foi tomada por conta da repetição de episódios de problemas com emisão de bilhetes apresentados pelas duas empresas aéreas neste ano.
O mais recente ocorreu na manhã desta quinta e atingiu clientes da Gol. De acordo com a Anac, o sistema de check-in da empresa apresentou instabilidade, com impacto em alguns aeroportos. Na segunda (22), a agência já havia notificado a Gol por problemas semelhante. A empresa terá dez dias para apresentar comprovantes de prestação adequada de assistência aos passageiros nos casos de atrasos e cancelamentos de voos.
A direção da Gol foi convocada para reunião com a Secretaria de Aviação Civil e a diretoria da Anac na próxima quarta-feira (31), em Brasília, para tratar das falhas em seu sistema de check-in.Em 15 outubro a Anac também havia determinado à TAM que apresentasse informações sobre a falha em seu sistema de check-in, verificado naquela manhã. A empresa aérea terá que comprovar a prestação de assistência aos passageiros afetados por atrasos e cancelamentos de seus voos por conta do problema.A falha obrigou companhias de todo mundo que usam o sistema Amadeus, entre elas a TAM, a realizar manualmente procedimentos como check-in e etiquetagem de bagagem. Como foi necessário mais tempo para concluir esses processos, houve filas nos aeroportos.

Multa

A diretoria da Anac deve aprovar na próxima semana uma resolução que vai aumentar para até R$ 20 milhões o valor da multa passível de ser aplicada em casos de incidentes e serviços aéreos que comprometam a ordem ou segurança pública. Hoje o teto para esse tipo de multa é de R$ 20 mil.
Essa multa pode ser aplicada por problemas como falhas em check-in até fechamento de pistas, como o que aconteceu na semana passada no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), após um acidente com um avião da empresa de transporte aéreo Centurion, no momento da aterrisagem. O aeroporto ficou 45 horas fechado.
Na quarta (24), a Secretaria de Aviação Civil anunciou a criação de um grupo que vai estudar medidas para agilizar a resposta a incidentes em aeroportos. Uma delas pode ser a melhoria das pistas de taxiamento das aeronaves para que sirvam como pista alternativa para pouso e decolagem em caso de problemas.Procurada pelo G1, a TAM informou que vai prestar todos os esclarecimentos necessários. Já a Gol disse que é “improcedente” a notícia de problemas em seu sistema de check-in na manhã desta quinta-feira.
“Em alguns aeroportos verificou-se apenas uma breve lentidão no processo de atendimento, que não gerou nenhum impacto na operação. (…) A Gol reitera estar de portas abertas para a Anac”, diz a nota.
Por: Ubirata Farias
Fonte: g1.globo.com
Foto: infoaviacao.com
Data: 25 de outubro de 2012, 2h17 p.m. PST
Share:

Leave a reply