Atlético de Madrid vence Milan no San Siro

130
0
Share:
Atlético de Madrid derrota Milan em pleno San Siro

Que azar do Milan. Mal na temporada, jogou bem nesta quarta-feira, mas não conseguiu converter em gol as boas chances criadas e cansou no segundo tempo. Melhor para o Atlético de Madrid. O time espanhol aguentou a pressão nos 45 minutos iniciais, foi salvo duas vezes pela trave, e saiu do San Siro com uma vitória por 1 a 0 graças a um gol de Diego Costa quase no fim, aos 38. O resultado dá tranquilidade para decidir as oitavas de final da Liga dos Campeões no Vicente Calderón, no dia 11 de março, podendo empatar.

Mais uma vez, Kaká teve uma boa atuação, mas, como a maioria do time, cansou no segundo tempo. Se nos 45 minutos se movimentou bastante, deu dois belos chutes, acertando e mandando pouco acima do travessão, aos 14 e aos 30, na etapa final só teve fôlego para pouco. Nada mais do que um belo drible na entrada da área e um chute que passou perto.

O brasileiro teve a boa ajuda de Taraabt na armação e um Balotelli inspirado à frente. O atacante italiano deu belos dribles, concluiu com perigo e incomodou a zaga do Atlético de Madrid. Mas saiu com o ombro machucado aos 32 minutos do segundo tempo, pouco antes do gol.

Do lado espanhol, um pouco de violência nas faltas no primeiro tempo e muita paciência para “cozinhar” o Milan na etapa final. Mesmo com poucos espaços, Diego Costa mostrou oportunismo e decidiu a partida, numa falha de Abate e Abiatti em cobrança de escanteio.

Agora, o Milan tenta se recuperar no Campeonato Italiano. Em nono lugar, viaja para enfrentar o Sampdoria, no domingo. Vice-líder do Espanhol, o Atlético de Madrid tenta se manter colado a Barcelona e Real Madrid no topo diante do Osasuña, fora de casa.

Arsenal x Bayer de Munique

Assim como na última edição da Liga dos Campeões, Arsenal e Bayern de Munique se encontraram nas oitavas de final em 2014. E quem levou vantagem no primeiro confronto foi o atual campeão da Champions. Depois de um primeiro tempo em que os dois times perderam cobranças de pênaltis, o clube alemão parecia nem escutar os gritos e as vaias da torcida rival, e soube se impor em campo durante a segunda etapa.

Com posse de bola muito superior, o Bayern foi “dono” da segunda parte do jogo, principalmente depois de abrir o placar com Toni Kroos. No fim, ainda conseguiu mais um gol, com Thomas Muller, o que garante uma boa vantagem no jogo de volta, dia 11 de março na Allianz Arena.

 

Fonte: G1

Share: