Brasil bate Itália por 3×0 no Grand Prix

178
0
Share:
Brasil derrota Itália 3x0 pelo Grand Prix

A talentosa e experiente capitã italiana, Francesca Piccinini, e a torcida do time da casa não conseguiram fazer frente às atacantes brasileiras Jaqueline e Fernanda Garay, na partida entre duas grandes potências do vôlei feminino, pela primeira fase do Grand Prix 2014, neste sábado, em Sassari, na Itália. As ponteiras lideraram a vitória da seleção sobre o time da casa por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/16 e 25/15. Neste domingo, o time do técnico José Roberto Guimarães enfrenta a República Dominicana em busca de sua terceira vitória na competição. O SporTV transmite a partida ao vivo a partir das 12h30, e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

Jaqueline, que já havia se destacado na partida de estreia contra a China, foi a maior pontuadora do jogo deste sábado. A mãe de Arthur marcou 16 pontos e provou mais uma vez ter voltado à sua antiga forma depois de quase dois anos sem disputar uma grande competição. A ponteira Fernanda Garay também voltou a brilhar, marcando 13 pontos. Pela Itália, Nadia Cetoni e a musa Francesca Ferretti foram as melhores em quadra, com 12 e 10 pontos, respectivamente.

– O mais importante é a evolução gradativa da equipe. Sabemos que o campeonato está apenas começando e os times estão se ajustando. Conseguimos três pontos que serão importantes para a classificação final, mas sabemos que ainda precisamos evoluir. Hoje, nossa defesa e o passe funcionaram e isso gerou bons contra-ataques – analisou Jaqueline.

Jaqueline e Fernanda Garay ditam ritmo do jogo

O primeiro ponto veio das mãos da experiente capitã Piccinini. O início do confronto entre as duas potências do vôlei foi equilibrado. No lado verde e amarelo, Fernanda Garay se destacou nos ataques. As italianas, no entanto, conseguiram a primeira vantagem no set (8/6) depois de um bloqueio de Piccinini. O Brasil cometeu dois erros consecutivos no saque e facilitou ainda mais a vida das adversárias. Além da capitã, Nadia Cetoni também garantiu o bom ritmo ofensivo das donas da casa. Mas um bloqueio de Thaisa e um eficiente ataque de Jaqueline colocaram as atuais campeãs do Grand Prix de novo na briga: 15/15. Com um bloqueio de Dani Lins, o time de Zé Roberto assumiu a liderança no placar: 17/16. Em seguida, a defesa brasileira cresceu na partida, proporcionando importantes pontos de contra-ataque, principalmente pelas mãos de Jaqueline. A vitória parcial por 25/21 veio depois de uma pancada da central Thaisa no fundo de quadra.

O equilíbrio tomou conta do início do segundo set. Mas a primeira vantagem foi novamente da Itália, depois de um bloqueio de Cristina Chirichella (4/2). Liderado por Fê Garay, o Brasil conseguiu o empate. Do outro lado, porém, a musa italiana voltou a dar trabalho. A recepção brasileira caiu de qualidade, e as italianas souberam aproveitar para abrir vantagem: 9/6. Em um momento importante do set, Jaqueline fez a diferença no saque. Com dois aces seguidos, a seleção virou o placar: 12/11. Garay seguiu impecável nos ataques, ajudando a equipe a consolidar a vitória no set. Zé Roberto ainda mexeu no time, colocou Monique e Natália em quadra, e as duas mantiveram o bom ritmo. Para fazer 2 sets a 0 na partida, Jaqueline atacou explorando o bloqueio adversário, fechando em 25/16.

Como nas duas primeiras parciais, os dois times começaram o terceiro set trocando pontos. Em um dos maiores ralis da partida, a líbero Camila Brait fez uma defesa incrível e Garay definiu o ponto: 4/3. Jaqueline seguiu se destacando nas viradas de bola, ao lado de Fabiana. As italianas, no entanto, chegaram a reagir. Com uma pancada de Cetoni explorando o bloqueio adversário, a Itália empatou a partida: 9/9. Bem em todos os fundamentos, o Brasil voltou a crescer, enquanto as donas da casa se deixaram abater. A vitória no set (25/15) e na partida veio depois de um erro de saque de Caterina Boseti.

– A Itália é um time que não é alto, mas tem muito volume de jogo. A força do time delas é esse volume. Perdemos um pouco de paciência no início da partida, mas depois fizemos o nosso jogo. É importante disputarmos partidas como essa para ajustarmos nosso sistema. Com o decorrer da partida, conseguimos nos ajustar e conquistamos um ótimo resultado – garantiu José Roberto Guimarães.

Fonte: G1

Share: