Brasil tem 62,5% de chances de pegar pedreira já na 1ª fase, diz matemático

210
0
Share:
Sorteio dos grupos para a Copa do Mundo 2014

Antes das bolinhas, a calculadora. Na frieza dos números, pode-se afirmar que a Seleção tem chances consideráveis de enfrentar um adversário de peso logo na primeira fase do Mundial. No mais, vai depender da sorte que Neymar e companhia terão nesta sexta-feira, às 14h (horário de Brasília), no Sorteio Final da Copa do Mundo de 2014. E, segundo o matemático Tristão Garcia, a probabilidade de o Brasil ter pedreira pela frente já na primeira fase, seja um campeão mundial (Itália, França e Inglaterra) ou então Holanda e Portugal, é de 62,5%, enquanto há 37,5% de chances de não cruzar com o caminho de nenhum adversário de peso logo de cara.

Existe ainda a possibilidade de a seleção brasileira cair em um “supergrupo da morte”, com dois desses rivais de peso na mesma chave. Nesse caso, a matemática seria bem mais generosa com Felipão, e esse número cairia para 6,95%. Essa é a chance de o Brasil dividir o grupo, por exemplo, com Holanda e Itália. Já a probabilidade de enfrentar apenas uma pedreira antes das oitavas é de 55,55%.

O cálculo pode ser feito também sem Holanda e Portugal. Nesse caso, a chance de o Brasil cair em um “supergrupo da morte” com três campeões mundiais diminui para 2,08%. As estatísticas mostram ainda que a possibilidade de a equipe de Felipão encarar apenas uma equipe do trio formado por França, Itália ou Inglaterra na primeira fase é de 37,5%.

– Existe uma chance muito considerável de o Brasil enfrentar, ao menos, um campeão mundial. O mais provável é que o Brasil não caia com um campeão, mas esse valor de 37,5% (número que representa apenas um campeão mundial na chave do Brasil) significa mais de um terço, o que é uma probabilidade muito importante – disse o matemático, que disse que a chance de não haver nenhum campeão mundial no grupo do Brasil é de 60,42%.

O matemático simulou também a possibilidade de haver um “supergrupo da morte” com três campeões mundiais, independentemente da presença do Brasil: 6,25%. Já a probabilidade de uma chave que tenha duas nações que já levaram o caneco para casa é de 36,45%, enquanto a chance de haver um grupo sem campeões mundiais é de 15,63% (essa possibilidade acontece apenas nas chaves em que Colômbia, Suíça e Bélgica são cabeças de chave).

O processo do sorteio

Na terça-feira, a Fifa explicou como vai funcionar o sorteio na Costa do Saupe na Bahia. Com novidades, até o secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, reconheceu que demorou a entender os critérios. A principal mudança é que o Pote 4 terá nove seleções da Europa (incluindo as campeões mundiais Itália, França e Inglaterra) -, mas uma dessas equipes do Velho Continente será sorteada logo no início do evento para compor o Pote 2, que aparece inicialmente com sete equipes (Argélia, Camarões, Costa do Marfim, Gana, Nigéria, Chile e Equador).

Em seguida, Valcke vai selecionar as bolinhas do Pote 1, determinando qual cabeça de chave estará em cada grupo. Depois, uma novidade: como a seleção europeia, que foi sorteada no início, só poderá fazer parte de um grupo com cabeça de chave sul-americano, Brasil, Uruguai, Argentina e Colômbia serão alocadas em um “Pote X”. Nele, haverá um sorteio para definir em qual chave a primeira equipe sorteada cairá.

– O momento mais importante será o primeiro sorteio. Se não sortear um campeão mundial no primeiro ato, os grupos terão no máximo dois campeões mundiais cada um. Com um sorteio absolutamente limpo, teria 33,33% de chances de sair um campeão mundial europeu. Depois, 25% de chances de cair em cima do Brasil – explicou Tristão.

Com a definição do grupo da primeira seleção europeia, o sorteio terá sequência e todas as seleções do Pote 2 serão sorteadas para conhecerem os seus grupos. Em seguida, os Potes 3 e 4 terão as suas chaves definidas para a Copa de 2014.

1o. Pote: Brasil, Argentina, Colombia, Uruguai, Bélgica, Alemanhã, Espanha, Suiça

2o. Pote: Argélia, Camarões, Costa do Marfim, Gana, Nigéria, Chile, Equador

3o. Pote: Austrália, Irã, Japão, Coreia do Sul, Costa Rica, Honduras, México, Estados Unidos

4o. Pote: Bósnia e Herzegovina, Croácia, Inglaterra, França, Grécia, Itália, Holanda, Portugal, Rússia

O sorteio da Copa do Mundo terá as participações de ex-jogadores como Zidane (França), Cafu (Brasil), Ghigggia (Uruguai), Cannavaro (Itália), Kempes (Argentina), Geoff Hurst (Inglaterra), Matthäus (Alemanha) e Hierro (Espanha). As atrações musicais ficarão por conta do Rapper Emicida, Alcione, Margareth Menezes, Olodum, Alexandre Pires, entre outros.

Fonte: G1

Share: