Caso do garoto brasileiro Sean Goldman volta à mídia americana

248
0
Share:

(BDCi) –Sean Goldman, menino brasileiro de 11 anos, neto de Silvana Bianchi e Raimundo Carneiro é notícia novamente na mídia americana depois de dois anos da separação de seus avós, para morar com o pai, o americano David Goldman.

Sean Goldman foi alvo de uma grande batalha judicial envolvendo o pai e a família da mãe, a estilista brasileira Bruna Bianchi, que morreu em 2008. Sean, que mora com o pai nos Estados Unidos, há quase três anos não vem ao Brasil.

O caso voltou a ser notícia por que o pai de Sean, que já lançou um livro sobre sua experiência, participou de um programa na rede de TV norte-americana NBC, onde comentou a entrevista de Sean para o programa Dateline, na mesma emissora, exibida nesta sexta-feira (27). Silvana Bianchi, através de seus advogados, pretende entrar com uma ação num tribunal federal da Justiça Americana para garantir o direito de a família brasileira visitá-lo.

Silvana aceita todas as condições impostas pelo pai de Sean, menos o pagamento de 200 mil dólares de indenização para quitar advogados que David Goldman contratou.

Contratado por Silvana Bianchi para analisar o comportamento de Sean durante a entrevista exibida pela rede americana NBC, o psicanalista Luiz Alberto Py disse ser imprópria a exposição do menino durante o programa.

A mãe do menino, Bruna, trouxe Sean para o Brasil em 2004 para passar férias e ligou para David pedindo a separação. Ela conseguiu a guarda do menino no Brasil, casou-se de novo e acabou morrendo no parto de sua filha com o brasileiro João Paulo Lins e Silva. A guarda de Sean passou a ser disputada, então, pelo padrasto e pelo pai do menino, que ganhou a causa e o levou para os Estados Unidos.

A batalha judicial mobilizou a opinião pública do Brasil e dos EUA. Ele embarcou com o pai, David, para Nova Jersey, em avião fretado pelo governo americano. Vestindo uma camisa com a bandeira do Brasil e chorando, Sean foi entregue pela avó e pelo padrasto brasileiro no consulado americano no Centro do Rio, onde jornalistas e o pai o aguardavam. A avó contou que o governo americano proibiu que ela acompanhasse o neto na viagem.

Por: Cibele Clark
Fonte: Infoglobo, Estado de São Paulo,Jornal do Brasil
Foto: Reprodução de TV NBC
1 de maio de 2012

Share:

Leave a reply