Com a vantagem e o ‘Horto’, Galo recebe o São Paulo, de Luis Fabiano

177
0
Share:
Luiz Fabiano, a esperança do São Paulo frente ao Galo

Belo Horizonte (BDCi) –De um lado, o caldeirão lotado onde o Atlético-MG não perde há mais de um ano. Do outro, a esperança do São Paulo depositada nas chuteiras do instável Luis Fabiano, que volta após quatro jogos de suspensão na Libertadores da América. Com esses ingredientes, o Galo recebe o Tricolor às 21h50m (de Brasília) desta quarta-feira, no Independência, em busca da vaga nas quartas de final. Enquanto o time paulista confia no poder de fogo do seu atacante, os mineiros se apegam à força dentro de casa e à vantagem de 2 a 1 obtida no jogo de ida das oitavas.

O Fabuloso ficou fora dos últimos quatro jogos do time são-paulino no torneio por conta de uma suspensão. Volta no momento crucial, com o Tricolor em desvantagem, diante de uma vibrante torcida atleticana, que promete lotar o “Gigante do Horto”.

Na primeira partida das oitavas, no Morumbi, o Galo venceu por 2 a 1. Agora, pode até perder por 1 a 0, que, mesmo assim, estará nas quartas de final da Libertadores. Caso o São Paulo vença por 2 a 1, a vaga será decidida nos pênaltis. Vitória são-paulina por diferença de um gol, desde que marque três ou mais, dará a vaga ao Tricolor.

Como a escalação de Osvaldo, destaque do São Paulo na temporada, ainda é incerta, por conta de uma lesão no quadril, a expectativa em torno de Luis Fabiano só aumenta, ainda mais depois de ele ter perdido um pênalti na semifinal do Paulistão contra o Corinthians, domingo passado.

– Tive uma conversa com o Luis Fabiano e quis lembrá-lo de alguns feitos dele no clube, os momentos de alegria com a torcida. O que é negativo está à tona. Ele tem um índice de gols muito alto vestindo a camisa do São Paulo. É a nossa grande esperança de gols para esse jogo e vai ter que assumir essa responsabilidade com todo o grupo. A conversa foi muito boa, e ele está disposto a dar uma guinada – disse o técnico Ney Franco, responsável por tentar levar o São Paulo a seu quarto título na Libertadores.

Já o Galo confia no incrível retrospecto no estádio Independência para seguir na luta por seu primeiro título na competição. Desde que o estádio foi reinaugurado, em abril de 2012, o Atlético-MG contabiliza 26 vitórias e sete empates. Além disso, não sabe o que é perder como mandante desde agosto de 2011 – já são 46 jogos.

O uruguaio Roberto Silveira será o árbitro do confronto. Ele será auxiliado pelos também uruguaios Carlos Pastorino e Gabriel Popovits.

 

Por GLOBOESPORTE.COMBelo Horizone, MG

Share:

Leave a reply