Californiando: Conheça um pouco da história de Beverly Hills

1097
0
Share:
Beverly Hills. Imagem: Google

LOS ANGELES, CA  (BDCi) — Muito antes de ser descoberta pela indústria cinematográfica, Beverly Hills já era um  local  precioso e muito procurado. O motivo? Bem diferente do que você deve estar imaginando. A grande razão era a fartura de água.

Com ranchos e terras agrícolas, inicialmente, a região mais tarde foi coberta por campos de feijão de-lima no final do século 19 e, em seguida, desenvolvida como área residencial até que finalmente se tornou a “casa das estrelas ” na década de 1920 e 30.

A fonte desta abundância de águas compreende três canyons: Franklin, Coldwater e  Benedict. A umidade reunida nas colinas flui para baixo para formar córregos que se juntam no complexo onde hoje ficam as  ruas Beverly Drive e Sunset Boulevard .

Habitantes nativo-americanos, os Tongva ou Gabrielinos, consideraram o local sagrado e o nomearam de “Encontro das Águas”, ou, em espanhol, “El Rodeo de las Aguas”.

Em 1838, o governador da Califórnia mexicana doou as terras de El Rodeo de las Aguas para Maria Rita Valdez Villa, a viúva Afro-Latina de um soldado espanhol. Maria Rita, uma ícone feminista, construiu uma casa de rancho perto do cruzamento da atual Sunset Boulevard e Alpine Drive.

Para estimular ainda mais o desenvolvimento do local, foi construído, em 1912, o Beverly Hills Hotel próximo ao Encontro das Águas. O hotel tornou-se o centro da comunidade, servindo como teatro, igreja e local de eventos.

Foi construído também o Speedway, pista de corrida de cavalos que  levou Beverly Hills ainda mais próxima da imaginação popular da América. As corridas de cavalo de raça estavam na mesma escala que a fórmula Indy 500 de hoje. A pista foi também usada como base para outra mania nacional: a aviação.

Na década de 1930, o Santa Monica Parque foi renomeado Beverly Gardens e a cidade foi estendida para abranger o parque. Uma famosa fonte elétrica foi instalada em homenagem ao patrimônio de Beverly Hills, como uma fonte de fertilidade e abundância.

Beverly Hills. Imagem: Google

Beverly Hills. Imagem: Google

Após a Segunda Guerra Mundial, Beverly Hills continuou a se desenvolver como um dos lugares mais glamourosos do mundo para se viver, comer, jogar e, principalmente, fazer compras.

O Triângulo de Ouro, com a Rodeo Drive em seu centro, foi construído e comercializado para o resto do mundo como destino de compras. Muitos hotéis glamourosos foram abertos, como o Beverly Wilshire, o hotel The Beverly Hilton, que recebe celebridades e a elite de Hollywood para o Globo de Ouro (Oscar votado pela imprensa internacional), entre outros eventos famosos.

A imagem icônica da cidade foi reforçada com a disseminação de programas de televisão e filmes ambientados em Beverly Hills, atraindo visitantes de todo o mundo.

Hoje , Beverly Hills é uma cidade de 5,7 quilômetros quadrados com 34 mil habitantes e uma população diurna de mais de 200.000 pessoas, No dia 28 de janeiro de 2014 a cidade completou 100 anos e teve comemorações durante todo o ano.

Celebridades como Charlie Sheen, Sharon Stone, Jessica Simpson, Bruce Willis, entre muitos outros, moram na área e não é difícil ver uma celebridade na academia, no café ou até mesmo no supermercado.

Por Giselle Pekelman

Siga-nos no facebook e instagram para fotos exclusivas da Califórnia.

Share: