Corrida Maluca Corporativa!

539
0
Share:

O ambiente competitivo na busca por resultados em curto prazo é rotina nas empresas que colocam todos os seus colaboradores alucinadamente focados neste propósito.

Se fizermos uma analogia podemos comparar a Corrida Maluca com os seus famosos personagens que disputam o título “Volante mais biruta do mundo”com a competição corporativa das organizações e seus súditos.

No ambiente corporativo, competimos em busca dos resultados “malucos”também e somos personagens com características semelhantes a da turma da corrida.

Vamos tentar comparar a Corrida Maluca com a Corrida Corporativa?

· Veículo 00 – Dick Vigarista e cãozinho Muttley: sempre usando métodos sujos para atingir os seus objetivos expurgar os demais competidores da corrida. No cotidiano empresarial nos deparamos com alguns Dicks, que usam ou se apoderam de trabalhos de outros, que criam as situações e armadilhas em beneficio próprio e detonam os colegas e pares.
· Veículo 1- Irmãos Rocha:  parecidíssimos e sempre juntos dando pauladas um na cabeça do outro, mas com vitórias em algumas corridas. São inofensivos aos demais, mas competem com eles mesmos ao se digladiarem em prol do objetivo. Nas empresas temos muito Rochas, que podem não ter a aparência idêntica, mas a postura e a forma de competir são iguais. Brigam entre si, são amigos conseguem atingir os objetivos juntos, mas se machucam sem perceberem.

· Veículo 2 – Coupê Assombrado: era o carro apavorante, cercado de fantasmas e com os personagens baixinho Medinho e seu gigante de estimação Medonho. Por dentro do carro carregavam serpentes, dragão, bruxas e outras criaturas abomináveis. Nas empresas sempre temos o profissionais medinhos e medonhos. Os medinhos não se posicionam, são sempre preocupados e jamais tomam alguma decisão, porque sempre estão com medo. Os medonhos nos deixam preocupados e assustam com suas atitudes e posturas. Ambos guardam segredos ou armas que podem nos surpreender. Não se mostram completamente.

 

· Veículo 3 – Professor aéreo: era o cientista louco que pilotava seu carro conversível com estranhíssimo senso de humor, e era o único que conseguia se livrar das armadilhas do Dick Vigarista. Nas empresas temos muitos cientistas loucos, inteligentes, perspicazes com capacidade de perceber armadilhas e resolvê-las. Temos também os bem humorados que muitas vezes não entendemos os motivos de tanta alegria. Sempre estão sorrindo ou fazendo alguma piada.
· Veículo 4 – Barão Vermelho: o aviador que trazia metralhadoras e artefatos bélicos. Era carro híbrido, meio avião meio carro. Temos nas empresas alguns barões vermelhos, pois ora são, ora não são. Não sabemos direito quem são e se podemos confiar, pois dependendo do personagem que estejam atuando, podem usar suas armas que podem destruir o ambiente e os colegas.
· Veículo 5 – Penélope Charmosa: com seu carro cor de rosa, a favorita da torcida, sempre preocupada com sua aparência linda e bela não dispensa as ferramentas necessárias para manter sua beleza. Nas empresas temos muitas Penélopes que estão totalmente preocupados com a aparência que é a principal arma para atingir seus próprios resultados.
· Veículo 6 – Soldado Meekley e o rude sargento Bombada: em uma mistura de rolo compressor, tanque de guerra e carro tanque. Apesar de pilotarem um carro extremamente pesado e forte eram rápidos e venceram três corridas. Em nossa analogia, encontramos os profissionais que categorizamos slaves, carregadores de piano, que resolvem tudo, mesmo com o peso de tanta atribuição. Por serem fortes e determinados são considerados duros, pois são focados no resultado e não podem deixar a função, pois, sem eles quem carregará o piano?
· Veículo 7- Quadrilha da morte: composta por sete gângsteres anões atrapalhados que apesar da confusão que faziam ganhavam as corridas. Tinham vários perfis o que os tornavam atrativos ao público. Dentro do mundo corporativo temos muitas “quadrilhas” no bom sentido, com perfis diversos. Temos os engraçados, os carrancudos, os simpáticos que conseguem fazer confusões extremas na vida organizacional em busca dos resultados, que muitas vezes mais atrapalham do que ajudam. Mesmo sendo atrapalhados e ora engraçados, são gângsteres, não podemos esquecer isso.
· Veículo 8 – Tio Tomás e o urso Chorão: O caipira preguiçoso e dorminhoco com seu urso de estimação medroso e nervoso com os perigos da estrada durante a corrida. É uma dupla estilo família Busca pé, atrapalhada, engraçada pela diferença entre eles, mas que conseguiam ganhar. Quem nunca viu um colega dormindo na frente do computador com e o outro colega ao lado nervoso, com medo que o chefe veja o dorminhoco ao seu lado? Quem nunca teve que conviver com um colega preguiçoso, que foge do trabalho ou tenta empurrar para alguém fazer? Quem nunca riu de situações engraçadas ou desastrosas de colegas que tentam fazer suas atividades de forma cômica? Estes perfis são muito presentes,…

· Veículo 9 – Peter Perfeito: em seu possante carro aerodinâmico, o dragster, que vivia se desmontando. Muito cavalheiro, com estilo garoto propaganda de creme dental, ele era o galã da corrida. Nas empresas temos muitos cavalheiros, arrumados, sempre arrumados e nunca estão com suas vestimentas amassadas. Sempre muito elegantes e com um belo sorriso estilo Willy Wonka… Duvido que você não conheça este perfil! Pense rapidamente que virá a sua mente.

 

· Veículo 10 – Rufus o Lenhador e seu amigo castor Dentes-de-Serra: Era o vilão da corrida com um sorriso irônico e seu terrível serramóvel, que acabava prejudicando seus concorrentes. Perfil irônico e sorriso no rosto são rotineiros no mundo corporativo. Vilão também sempre tem. Tudo depende do momento, pois somos mocinhos e vilões, dependendo da situação. Prejudicar concorrente às vezes é até estratégia de defesa em uma corrida maluca competitiva. Ou não?

Interessante que a vida corporativa não consegue ser diferente da vida real. Um vida que construímos diariamente e somos personagens presentes e principais. Vivemos correndo e competindo atravessando estradas cheias de obstáculos e riscos que muitas vezes são muito perigosos.

Recebemos os desafios e metas a cumprir e somos colocados nesta disputa. Uma disputa que temos que nos preparar muito, pois teremos vários tipos e perfis a enfrentar.

Enfrentar este desafio é motivante e desgastante, pois somos o volante desta corrida.

Quer assistir a próxima Corrida Maluca? Fácil, fácil,… Basta estar contido nas empresas que diariamente competem com seus Colaboradores mais Birutas do mundo que somos NÓS!

Foi dada a largada! Que rufem os motores!!!!!
Que vença o mais biruta possível!

Abraços!
Yêda Matta Brandi

Blog: http://marketingexistencial-yeda.blogspot.com/

Share: