Criticar menos e incentivar mais: Você consegue

331
0
Share:
criticar_menos

Será que você é daquele tipo de pessoa que coloca defeito em tudo, perfeccionista e exigente com todo mundo? Se sua resposta for não, parabéns! Porém, se você disse sim a essa pergunta, eu tenho uma boa notícia: sempre é tempo de mudar e ser alguém mais flexível e, certamente, menos estressado e ansioso.

Criticar menos

Veja, então, o que fazer quando as coisas não saem exatamente como você gostaria…

  • A crítica sempre fere quando é feita sem cuidados. Mas todos nós sabemos que há momentos, em nosso dia-a-dia, em que precisamos corrigir os filhos, dar um toque no marido ou na esposa, ou ensinar algo a um colega de trabalho.
  • Por isso, eu vou te ensinar uma técnica infalível para você usar na família, na vida social e no trabalho, que eu chamo de “Técnica 3 em 1”: se você tiver algo a dizer para chamar a atenção de alguém, por causa de uma atitude errada, faça o seguinte: 1) Chame a pessoa em particular e comece a conversa com um elogio; 2) Agora, diga que aconteceu algo que não foi bom, que precisa ser corrigido (e fale o que foi); e termine a converse com outro elogio (dizendo que sabe que a pessoa vai se sair bem da próxima vez, que confia nela, etc…).
  • Outra técnica fabulosa para facilitar seus relacionamentos é: Antes de qualquer crítica que sua língua esteja ansiosa pra fazer, procure ouvir o ponto de vista da outra pessoa, com verdadeira intenção de entender o lado dela. Mesmo que você não concorde com ela, não a interrompa em seus argumentos. Deixe-a falar tudo e mesmo não aceitando o que ouviu, diga pra ela: “Eu te entendo e respeito sua opinião…” (entender não é aceitar, é apenas respeitar a ‘verdade’ do outro).  Dessa forma, quando ela sentir que você não está ali para julgar, mas sim para ajudá-la a resolver um problema, vai ficar mais fácil você colocar suas razões, porque a pessoa estará mais aberta para  ouvir e, muitas vezes, seguir seus conselhos. Com adolescentes, principalmente, esta técnica é fantástica!
  • Lembre-se: Toda vez que você se preocupa com a fragilidade do outro ao fazer uma crítica você facilita a comunicação e o entendimento entre vocês.

 

Por Eliana Barbosa  

 

Share:

Leave a reply