Dilma afirma que governo não vai parar com a saída de Palocci

161
0
Share:

BRASÍLIA, BRASIL (BDCi) – A presidente Dilma Rousseff prometeu nesta última quarta-feira (08) que seu governo não ficará “paralisado” devido a renúncia de ex-ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci. A esperança do governo agora é acabar com a crise que tem preocupado investidores e suas relações tensas com o Congresso.

Em um discurso emocionado, Dilma Rousseff, disse que lamentava a saída de Antonio Palocci, que pediu demissão na terça-feira (07) na sequência de um escândalo sobre seu enriquecimento nos últimos anos. “Agradeço do fundo do meu coração ao meu amigo Antonio Palocci.” Foi com essas palavras e a voz embargada que Dilma concluiu a substituição dele pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) como ministra-chefe da Casa Civil.

Ela prometeu não fraquejar em seu apoio a despesa orçamental e outras políticas que sustentam o recente ‘boom’ econômico do Brasil. Aparentemente não haverá mudanças imediatas na política, embora as consequências a longo prazo pode resultar em um ligeiro desvio para a esquerda na política de Dilma.

No seu primeiro discurso como ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann afirmou que é “parte da força política do Parlamento”, já que deixou o Senado para se tornar a principal assessora da presidente Dilma Rousseff.

O governo enfrenta dificuldades de articulação em sua base aliada e o ex-ministro Antonio Palocci lidava com essa responsabilidade. Ela adiantou que sua missão à frente da pasta é a de gestão” e “acompanhamento de projetos”. “A presidenta Dilma quer o funcionamento da Casa Civil na [área da gest’ao, do aconpanhamento dos processos e dos projetos”, disse a senadora.

Nova fase do governo

Dilma Rousseff goza de uma ampla maioria nas duas câmaras legislativas, mas seus planos para simplificar o código tributário e aprovar outras reformas econômicas foram em espera devido a lutas internas dentro de sua coalizão.

Antes do discurso de Dilma, Palocci fez um discurso de despedida e agradeceu à presidente , também prometeu lealdade mesmo fora do cargo. “Foram as pedras na longa caminhada que fizeram a presidente Dilma somatizar a democracia”, disse. À sucessora, dedicou poucas palavras. “Você encontrará na Casa Civil servidores leais e comprometidos com o bem do país”, disse.

“Levo apenas as boas lembranças. Saio de cabeça erguida”, completou.

By: Adrianna Lobo
Source: Reuters
June 08th, 2011

Share:

Leave a reply