Dilma fala em ‘protagonismo feminino’ e lança vacina contra HPV em SP

337
0
Share:
Ibope mostra Dilma com 39% e Marina 31%

A presidente da República, Dilma Rousseff falou, nesta segunda-feira, em São Paulo, sobre a importância da mulher para o Brasil e citou o protagonismo feminino no País na semana de comemoração do Dia da Mulher, que aconteceu no último sábado. O pronunciamento ocorreu no CEU Butantã, durante o lançamento da campanha de vacinação nacional contra o HPV para meninas de 11 a 13 anos, e contou com a presença do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do prefeito da capital paulista, Fernando Haddad, além do senador Eduardo Suplicy (PT) e de secretários estaduais e municipais.

“É importante que estejamos preocupadas com as meninas, que serão as mulheres de amanhã. Elas vão ter cada vez mais um papel protagonista no País. Temos mudado progressivamente a situação das mulheres. Me lembro quando era candidata à presidência. Uma mãe me perguntou se a filha poderia fazer uma pergunta. A menina disse: “mulher pode?”. Pode o quê?, eu disse. “Ser presidenta”. E eu disse que sim. Sabemos quanto tempo passamos para saber que pode”, afirmou Dilma.

A meta do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 80% do público-alvo, formado por 5,2 milhões de meninas de 11 a 13 anos. O vírus HPV é a principal causa do câncer de colo de útero, terceiro tipo mais frequente entre as mulheres, atrás apenas do câncer de mama e de cólon.

A primeira dose (de uma série de três) será aplicada em escolas públicas e privadas que aderirem ao programa. Já a segunda dose ocorrerá em seis meses, e a terceira, em cinco anos. Serão 15 milhões de doses para o primeiro ano de vacinação.

Segundo o Ministério da Saúde, em 2015 a vacinação se estenderá a meninas de 9 a 11 anos e, em 2016, às meninas que completarem 9 anos. A campanha também estará na televisão e o slogan é: “cada menina é de um jeito, mas todas as meninas merecem proteção”. Ovacionada pelo público, na grande maioria infantil e feminino, a presidente fez questão de ressaltar a campanha.

“A frase mostra que a gente tem de comemorar o fato de que cada menina é diferente, tem uma forma de ser, e isso é bonito e importante. Cada um tem sua individualidade, mas é obrigação do Estado garantir proteção. E esse é o compromisso. É um processo que diz respeito à saúde pública, saúde de cada um dos brasileiros independentemente da origem social, do salário, do sobrenome”, disse Dilma.

A presidente comemorou ainda as conquistas das mulheres e citou a presidente chilena Michele Bachelet. “Estamos comemorando também o fato de que progressivamente o Brasil dá importância cada vez maior às mulheres. Ainda não é o bastante, mas elas conquistaram várias coisas. Tenho certeza que ter conquistado a Presidência é importante porque mostra que mulher pode. Espero que uma porção de meninas queiram ser presidente”, brincou. “É um dia para nós, mulheres, meninas. A quantidade de sonhos e desejos começa na idade de vocês. É muito importante estar aqui garantindo esse programa em parceria.”

Fonte: www.terra.com.br

Share: