Dilma Rousseff sofre forte vaia durante cerimônia de premiação no Maracanã

451
0
Share:

Do iG

Dilma apareceu pela primeira vez ao lado da chanceler alemã Angela Merkel e do presidente da Fifa, Joseph Blatter, pouco antes da premiação de Manuel Neuer como melhor goleiro da Copa e de Lionel Messi como melhor jogador do torneio. Apesar do momento de celebração, a imagem da presidente fez logo ecoar a vaia, tomando conta de todo o estádio.

Veja ainda: Alemanha vence final na prorrogação e dá à Argentina seu Maracanazo na Copa

Na sequência, Dilma apareceu também quando os argentinos subiram ao palco para receber as medalhas de prata e quando os alemães, na sequência, receberam as de ouro. Mais uma vez, as palmas aos protagonistas do espetáculo futebolístico foram trocadas pelo alarido contra a governante.

Por fim, nem o momento da entrega do troféu aos novos tetracampeões do mundo serviu para que os torcedores presentes no Maracanã dessem uma trégua. Pior. Enquanto a entrega da taça era anunciada, as vaias só perderam em volume para dar lugar aos xingamentos, também repetindo os da abertura, de “ei, Dilma, vai tomar no c…”.

E mais: Messi não entra em hall de craques campeões, mas é eleito o melhor da Copa

Com expressão fechada, Dilma só deixou de ser alvo das agressões verbais após a entrega do troféu, quando as câmeras voltaram a focar apenas os jogadores e Philipp Lahm se tornou o mais recente capitão a erguer a taça. Em segundo plano, Dilma recebeu os cumprimentos de Angela Merkel em mais um encontro das duas mulheres mais poderosas do mundo: uma, anfitriã da “Copa das Copas”, como ela mesma definiu; a outra, vendo seu país sair campeão do torneio.

Veja as imagens da vitória da Alemanha sobre a Argentina na final da Copa 2014

 
 
Time posa para foto com a taça da Copa. Foto: Jamie Squire/Getty Images
Share: