EUA e Europa pedem que Israel reconsidere construções na Palestina

165
0
Share:

Depois de seis países europeus criticarem o governo de Israel pelo anúncio da construção de 3.000 novas casas em território palestino, os Estados Unidos também pediram o recuo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

De acordo com o jornal israelense Haaretz, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, instou o governo de Netanyahu a “rever as ações” anunciadas depois que a Assembleia Geral da ONU elevou o status da Palestina para estado observador na organização.

Outro representante da diplomacia norte-americana, o secretário de imprensa do Departamento de Estado, Mark Toner, afirmou que as novas construções “contrariam a política dos Estados Unidos”.

“Essas ações prejudicam as tentativas de retomar as negociações diretas e bilaterais. Pedimos às partes que cessem as ações unilaterais e tomem medidas concretas para retomar as negociações diretas.”

Mais cedo, França, Reino Unido, Suécia, Dinamarca, Espanha e Rússia criticaram as medidas anunciadas por Israel.

O governo israelense, no entanto, minimizou a atitude desses países europeus. O vice-porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Paul Hisrschon comparou o caso com o pleito na ONU na última semana, quando Israel também fez críticas aos que votaram em favor da Palestina.

Fonte Opera Mundi
Foto Divulgação
5 de dezembro de 2012
8:45 p.m. PST

Share:

Leave a reply