Ex produtor vai ser julgado por homicídio

204
0
Share:

LOS ANGELES (BDCi) — A justica do México iniciou nesta quarta-feira (15) o processo formal para julgar o ex-produtor da série “Survivor” Bruce Beresford-Redman, pela morte de sua esposa, a brasileira Mônica Burgos. A juíza Jenny Cajún do Estado de Quintana Roo, determinou ato de prisão formal, iniciando o processo para o julgamento por homicídio qualificado. O crime aconteceu em abril de 2010, em Cancún.

Os advogados de defesa, Carlos Grajales e Jaime Cancino, disseram que vão apelar da decisão para levá-lo a um tribunal federal. Grajales, explicou que não existem provas físicas para incriminar seu cliente, por isso querem tirá-lo da jurisdição estadual, que pode estar ‘viciada’. Os advogados têm dois dias para entrar com o recurso.

Mas a polícia mexicana diz ter apresentado provas suficientes contra o acusado. Entre elas: manchas de sangue de Mônica em um pilar e numa grade no quarto do hotel onde o casal estava. Arranhoes nas mãos, atrás da orelha, tornozelo direito e esquerdo de Bruce. Mais o depoimento de hóspedes do andar abaixo, que disseram ter sido acordados por gritos de uma mulher em extrema aflição pedindo ajuda e sons de golpes. A acusação afirma que Beresford-Redman ocultou o corpo da esposa após uma violenta briga.

O ex-produtor do popular reality show da TV, foi extraditado dos Estados Unidos para o Mexico na semana passada, mas antes disso tentou sem sucesso ser julgado em solo americano. Bruce Beresford-Redman assegura ser inocente.

Ele foi casado com Mônica Burgos durante 11 anos e estava com ela e os dois filhos do casal em Cancún de ferias. O corpo nu e com ferimentos apareceu na cisterna do hotel, três dias depois de ter sido declarada desaparecida pelo próprio marido.

Se for considerado culpado, Beresford-Redman pode ser condenado a pelo menos 40 anos de prisão.

Por: Josi Chevalier
Fonte: G1/Reuters/
Foto: AP
15 de Fevereiro de 2012
10:29 pm PT

Share:

Leave a reply