Fim do mistério: com direito a festa, Fla lança novo uniforme nesta quinta

1613
0
Share:
Flamengo lança nesta quinta, 23, seu novo uniforme.

Rio de Janeiro) — O torcedor do Flamengo poderá, nesta quinta-feira, enfim, matar uma de suas maiores curiosidades no ano. Nem a expectativa por reforços ou definição de novos patrocinadores mexeu tanto com os rubro-negros como a revelação do novo uniforme, agora confeccionado pela Adidas. E o fim do mistério acontece em grande estilo, com festa e pocket show de Jorge Benjor, no Complexo Lagoon, bem pertinho da Gávea, a partir das 19h (de Brasília). O evento é restrito para convidados. A nova camisa entrará em campo pela primeira vez no próximo domingo, contra o Santos, em Brasília, pela rodada de abertura do Brasileirão.

O evento contará com a presença de jogadores, que servirão de modelos. Reforço mais badalado para temporada, Marcelo Moreno será um deles. Outros, que também são patrocinados pela fornecedora, também devem comparecer, casos de Gabriel, Rafinha, Renato Abreu, Ramon, Felipe, Hernane e Luiz Antônio. Serão apresentados dois uniformes de jogo: o tradicional, vermelho e preto, e o número dois, branco. O lançamento de um terceiro uniforme, predominantemente preto, se dará em outra ocasião, provavelmente em setembro.

Em vigor desde o último dia primeiro, a união entre Flamengo e Adidas retoma uma parceria de sucesso na época mais vitoriosa da história do clube, na década de 80. O ícone desta geração, no entanto, não estará presente no lançamento. Apesar de ser embaixador da fornecedora, Zico se ausentará por estar em Nova Iorque para participar de um evento. O Galinho, por outro lado, participou do anúncio oficial do acordo, realizado na Gávea no último dia 9.

Partes da camisa já foram reveladas

Desde então, a Adidas tornou ainda maior a ansiedade pela revelação do novo uniforme com a divulgação de pequenas partes da camisa número um. Primeiro, uma imagem exibia o escudo, com o “CRF” bordado sobre uma faixa preta, ao contrário do que acontece na atual. A estrela, referente ao título mundial de 1981, fica na faixa vermelha acima. Outro detalhe perceptível foi que as faixas horizontais serão menores.

Na semana passada, os torcedores puderam matar um pouco da curiosidade em relação a manga.  Ela será vermelha, com as três listras características da marca em preto, similar ao uniforme usado pelo alemão Bayer Leverkusen. A camisa é fabricada com uma tecnologia chamada “Formotion”, conforme revela inscrição na barra.

O preço para comercialização também já foi informado: R$ 199,90. Inclusive, o novo manto esteve disponível para pré-venda desde o dia 10. Toda linha de treinamento também será lançada no evento e será utilizada pelo elenco a partir da atividade de sexta-feira na parte da manhã.

Contrato mais valioso das Américas

O contrato de dez anos entre Flamengo e Adidas é o mais valioso no segmento em todo o continente e coloca os cariocas em um grupo chamado de Top 5 da empresa alemã, ao lado de Milan, Chelsea, Bayern de Munique e Real Madrid. O Rubro-Negro receberá R$ 36,5 milhões por ano. Ao contrário da Olympikus, entretanto, a empresa não terá influencia direta na contratação de grandes estrelas, com o pagamento de salários, por exemplo, mas admite “abrir portas” para que isso aconteça.

O acordo, assinado no fim da gestão de Patricia Amorim, passou por mudanças com a chegada da nova diretoria. As alterações se resumem a aumento significativo nas premiações e tabela de aumento do percentual de royalties a partir do cumprimento de metas de vendas. O reajuste previsto no contrato de 87 páginas está atrelado ao desempenho do time. O valor mínimo até o quinto ano de contrato é de R$ 30,3 milhões (resultado da soma do mínimo de royalties, R$ 8 milhões, teto de material fornecido, R$ 9,8 milhões, e pagamento fixo anual em dinheiro de R$ 12,5 milhões). Somadas a taxa de início de parceria (R$ 38 milhões), e a verba de ações de marketing da Adidas (R$ 1,5 milhão), chega-se a R$ 35,6 milhões por ano, número que passa a R$ 40,6 milhões do sexto ao décimo ano de contrato (não incluída a correção monetária) e pode crescer ainda mais dependendo do sucesso de vendas de produtos, uma das alterações obtidas pela nova diretoria do clube.

O contrato foi assinado em 20 de dezembro do ano passado. Logo após a assinatura, o Rubro-Negro recebeu R$ 6,5 milhões, sendo que R$ 3,4 milhões foram usados para pagar a rescisão com a Olympikus. A fornecedora também já pagou ao clube outros R$ 38 milhões da taxa de início de parceria: R$ 13 milhões até 30 dias após a assinatura do contrato e R$ 25 milhões até 15 de fevereiro.

Parceria prevê rescisão ou multa por vexames

O contrato de parceria traz um aporte de receitas à Gávea de fazer inveja aos rivais. Porém, a contrapartida também é digna de um clube agora incluído entre as marcas classe A da empresa alemã. Quedas para a Série B e não classificações para a Copa Sul-Americana, por exemplo, acarretam multas que podem chegar a 50% dos pagamentos a serem feitos pela empresa. Já um rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro implica a rescisão do vínculo.

 

Por Cahê Mota e Richard Souza

Rio de Janeiro

Share:

Leave a reply