Impostos sobre as compras online na Califórnia

201
0
Share:

SACRAMENTO, CALIFORNIA (BDCi) –A partir de sexta-feira, a Califórnia vai exigir que os varejistas de fora do estado cobrem impostos na aquisição de mercadorias pela internet feitas por clientes da Califórnia.

Essa exigência está incluída no orçamento que acabou de ser aprovado por lei pelo governador Jerry Brown e cerca de $317 milhões de dólares em impostos adicionais são esperados nos cofres públicos.

Amazon e Overstock sofrerão com o novo mandato sobre os impostos, enquanto os estabelecimentos californianos deverão ganhar mais igualdade na base de impostos sobre as vendas.

Na verdade, Amazon e Overstock avisaram suas filiais na Califórnia que eles não pagariam mais comissão pela referência de clientes, sugerindo assim que eles deveriam mudar de estado para continuar ganhando comissões.

Muitos dos vinte e cinco mil afiliados na Califórnia, especialmente os grandes com dezenas de empregados, provavelmente deixarão o estado, disse Rebecca Madigan, diretora executiva do grupo Performance Marketing Assn. Só no ano passado eles pagaram cerca de $152 milhões de dólares em impostos, ela acrescentou.

Entretanto, se o aumento dos impostos resultar em maior fluxo de negócios para o varejo interno e vendedores independentes de livros, então a perda de impostos pelas filiais pode ser compensada por uma receita elevada dos ganhadores dessa troca de impostos.

As associações de trocas que tem lutado por essa mudança por muitos anos aprovaram a lei.

“Você não pode dar a um segmento um disconto de 10% todos os dias. Isso não é justo”, disse Bill Dombrowski, presidente da Associação do Varejo da Califónia.

A Califórnia se torna o sétimo e maior estado a igualar os impostos no varejo. Outros estados que adotaram as mesmas medidas foram: New York, Rhode Island, North Carolina, Connecticut, Arkansas e mais recentemente Illinois. Texas também está de olho na taxação de impostos online.

E os consumidores, perdidos entre essa luta de interesses, acabarão pagando impostos altíssimos no tipo de compra mais conveniente de todos: a online.

Um por cento das vendas básicas em todo o estado serão reduzidas. Em Los Angeles, por exemplo, o novo imposto será de 8.75%.

Por Ana Paula Silvani e Don Weinstein
Fonte: Los Angeles Times
Foto: Google
01 de Julho de 2011
11:45 p.m. PDT

Share:

Leave a reply