Imprensa internacional enaltece “corajoso” Felipe Massa

165
0
Share:
Imprensa internacional enaltece "corajoso" Felipe Massa

A história recente da F1, mostra que o jogo de equipe, mata o esporte e muitas vezes favorece o piloto menos competente. Se Rubens Barrichello, sofreu na Ferrari na eraSchumacher, Felipe Massa, viveu o mesmo drama com Fernando Alonso. Neste final de semana, durante o GP da Malásia, a equipe “sugeriu” que seu companheiro de equipe Valtteri Bottas, estaria mais rápido.

Contrariando as ordens da Williams, Massa não abriu passagem para o companheiro de equipe. Tal ação, repercutiu de forma positiva em vários veículos de imprensa ao redor do mundo e levantou, novamente as discussões sobre o “espírito” esportivo da F1.

Para Rod Nelson, chefe de equipe, tudo não passou de algo interpretado de forma errada. “Ele [Massa] não fez o que estava planejado”, disse. “Felipe estava correndo e o carro vinha apresentando temperaturas elevadas no motor, e ficamos um pouco preocupados, além disso Valtteri tinha pneus em melhor estado do que Jenson Button, que estava à frente de Felipe. Nós pensamos que seria bom dar a Valtteri a chance de passar Jenson, se ele não tivesse conseguido dentro de duas ou três voltas, teríamos trocado nossos pilotos novamente, de novo e todo mundo ficaria feliz”, justificou.

O jornal Marca da Espanha, classificou o episódio “humilhante” para o brasileiro, e lembrou do episódio vivido por Massa, durante o GP da Alemanha em 2010, quando ouviu no rádio “Alonso está mais rápido do que você.” Para o periódico britânico Daily Mail, Massa foi o, “centro de uma série embaraçosa de ordens de equipe, e que ele teria ignorado as instruções da Williams e passado por um momento desconfortável e humilhante”.

Entre os pilotos as opiniões são as mais diversas, Para Nick Lauda, Felipe fez o certo,“Pilotos de corrida correm por eles mesmos, eu teria feito exatamente o mesmo, e os meus pilotos também”, disse.

Já Toni Vilander, que compete em provas de Endurance, as ordens da equipe devem ser acatadas, sem questionamentos. “Quando uma equipe pede, o piloto deverá seguir invariavelmente”, disse ele. “Eu acho que Massa deveria ter engolido seu orgulho e deixado Valtteri passar”, acrescentou.

Fonte: http://www.vavel.com/

Share: