Indonésia nega e brasileiro será fuzilado

337
0
Share:
Marco Archer

Los Angeles, CA (BDCi) – Dilma Rousseff até que tentou, mas o presidente da  Indonésia, Joko Widodo, não atendeu ao apelo da presidente do Brasil para poupar a vida de dois brasileiros presos no país asiático e condenados à morte por tráfico de drogas.

De acordo com o assessor especial para assuntos internacionais do Brasil, Marco Aurélio Garcia, o fuzilamento de Marco Archer (foto) deve ocorrer no domingo na Indonésia – 15h deste sábado (17) no horário brasileiro. “Não houve sensibilidade por parte do governo da Indonésia para o pedido de clemência do governo brasileiro. Em princípio, a execução deve se dar à meia-noite de domingo, hora de Jacarta, às 15h no horário de Brasília”, informou Garcia.

Ainda de acordo com o assessor de Dilma, o governo brasileiro fez uma série de tentativas para conversar com o presidente indonésio antes de ser finalmente atendido. “A presidente manifestou seu desejo de conversar por telefone com o presidente da Indonésia e, particularmente, há cerca de oito dias, nós convocamos o embaixador da Indonésia no Brasil aqui no Palácio do Planalto para transmitir esse desejo da presidente Dilma”, afirmou Garcia

 Ato solidário

O (PRE) FORMA-SE, em parceria com o Los Angeles Brazilian Film Festival realiza, a partir das 5PM (horário local), um ato pacífico em frente ao  Consulado da Indonésia (3457 Wilshire Blvd) em solidariedade ao brasileiro condenado.

 

Share:

Leave a reply