Lei Geral da Copa cria controversa no Brasil

180
0
Share:

BRASÍLIA, BRA. (BDCi) – O governo brasileiro pode decretar feriado em dias de jogos da Copa do Mundo de 2014. A Lei Geral da Copa, enviada nesta terça-feira (19) ao Congresso Nacional, prevê que as cidades-sede dos jogos poderão estabelecer feriado nos dias em que forem disputados jogos da Copa do Mundo de 2014.

Isso significa que as cidades que receberão jogos do Mundial poderão ter mais de 10 feriados no período de 32 dias da Copa.

O projeto está criando polêmica, mesmo antes de ser aprovado. A ministra do Planejamento Miriam Belchior defendeu os feriados como forma de amenizar os problemas de trânsito em cidades como São Paulo. O deputado Romário (PSB-RJ) criticou a proposta e diz que a decisão poderá “maquiar” a precariedade de obras a serem realizadas para o evento esportivo e a eventual falta de melhorias nas cidades-sede, como reportou o Portal Terra.

A aprovação desta Lei é uma das exigências da Fifa para a realização do Mundial. O projeto da Lei Geral da Copa deve ser votado no Congresso até o fim do ano.

O texto traz um conjunto de medidas exigidas pela Fifa para a realização da competição no Brasil. Confira:

– Falsificar e reproduzir marcas e símbolos oficiais da Copa pode dar prisão de até um ano;
– Governo brasileiro deve facilitar a emissão de vistos e permissão de trabalhos para estrangeiros;
– Quem tem mais de 60 anos vai pagar meia entrada nos jogos da Copa, porque o desconto é garantido pelo Estatuto do Idoso, que é uma lei federal;
– A Fifa vai definir o valor dos ingressos para os jogos da Copa e também as regras para os vendedores ambulantes do lado de fora do estádio, entre outros.

O que você acha deste projeto de Lei? Divida conosco suas idéias e mande-nos um email para info@bdci.tv.

Por: Adrianna Lobo
Fonte: Agência Brasil, Terra.com.br
20 de Setembro, 2011
1:20 p.m. PDT

Share:

Leave a reply