Lucro do Banco do Brasil cai para R$2,728 bilhões

177
0
Share:
BRASÍLIA (BDCi) — O Banco do Brasil anunciou nesta quinta-feira (8) ter registrado lucro líquido de R$ 2,728 bilhões para o terceiro trimestre, contra R$ 3,008 bilhões apurados nos três meses anteriores, uma queda de 9,3% no período. Contra o mesmo trimestre do ano passado, quando o resultado foi de R$ 2,891 bilhões, a queda é de 5,7%.
saiba mais
Em termos ajustados, o Banco do Brasil teve lucro de R$ 2,657 bilhões no período, alta de 3,3% sobre o terceiro trimestre de 2011 (quando fora de R$ 2,573 bilhões), mas recuo de 11% na comparação com o segundo trimestre deste ano (R$ 2,986 bilhões).
“O resultado ficou praticamente estável sobre o mesmo período do ano passado e levando em conta o desempenho da Selic [a taxa de juros da economia]. O movimento de negócios tem sido bom e achamos que essas coisas tendem a se equiparar”, avalia Ivan de Souza Monteiro, vice-presidente de gestão financeira e de relação com os investidores.Segundo o executivo, a diversificação aos clientes tende a gerar crescimento de resultados para o futuro, mesmo com a redução da rentabilidade – devido a quedas nas taxas de juros, iniciadas em abril deste ano. A compensação, segundo o banco, ocorre com maior volume de operações e redução de inadimplência.

Despesas

As despesas com provisão para perdas com crédito atingiram R$ 3,76 bilhões no terceiro trimestre, aumento de 15,5% sobre um ano antes e de 2,4% em relação os três meses encerrados em junho.
O aumento da reserva veio junto com um crescimento do índice de inadimplência de operações de crédito vencidas há mais de 90 dias, que subiu de 2,11% no terceiro trimestre de 2011 para 2,17% nos três meses até setembro.
Crédito
A carteira de crédito ampliada atingiu R$ 532,3 bilhões, alta de 4,7% sobre o trimestre anterior e de 20,5% em 12 meses, diz o banco.
A carteira de crédito para pessoas físicas orgânica (sem as operações do Banco Votorantim e carteiras de créditos adquiridas) cresceu 24,3% em 12 meses, a saldo de R$ 108 bilhões em setembro.A carteira de veículos alcançou saldo de R$ 9,2 bilhões (alta de 36,4% no trimestre) e o crédito consiginado, de R$ 45,5 bilhões (alta de 5,6% no trimestre).

O crédito imobiliário finalizou o terceiro trimestre com saldo de R$ 10,8 bilhões, incluindo pessoa física e jurídica, expansão de 70,9% em 12 meses.O BB fechou setembro com ativos totais de R$ 1,104 trilhão, crescimento de 16,2% em relação a um ano antes.

Fonte: g1.globo.com
Foto: g1.globo.com
Data: 08 de novembro de 2012, 2h35 p.m. PST
Share:

Leave a reply