Viviane Senna: O quanto vale a pena lutar

Share:
Pela educação
Viviane Senna, meses após a morte do irmão Ayrton em 1994, deu início a um projeto que transformou a vida dela e a de dois milhões de jovens e crianças, anualmente, em todo o país: o Instituto Ayrton Senna. “É muito difícil superar a morte, pois é um rompimento inesperado. Mas o trabalho no Instituto sempre foi muito árduo e gratificante para mim. E hoje tenho muito orgulho em ver quantas crianças e jovens já foram beneficiados e ganharam a oportunidade de ter sucesso na escola e na vida”, destaca.
O Instituto Ayrton Senna está presente em mais de 1.300 municípios (quase 1/5 do território nacional) e já formou cerca de 75 mil educadores, com planos para qualificar o ensino público nacional. Viviane conta que, além de todas as soluções educacionais que estão sendo implementadas, um dos planos futuros é criar uma ferramenta para avaliar as competências socioemocionais (resiliência, persistência, motivação etc) em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o que reforça a importância de uma educação integral. “Hoje sabemos que as competências socioemocionais são tão importantes quanto aprender português e matemática para que o indivíduo possa ter uma vida bem-sucedida”, destaca.
Este ano, a instituição celebra 20 anos de fundação. A educação foi o tema escolhido “porque acreditamos que é o único meio capaz de desenvolver integralmente os potenciais das novas gerações. Fortalecer a base social é essencial para que a gente possa construir uma sociedade mais justa e preparar nossas crianças e jovens para os desafios do século XXI”. É por meio do trabalho que Viviane vê os jovens se tornarem protagonistas de suas próprias histórias.
Quem quiser contribuir com o trabalho feito por Viviane Senna e sua equipe pode adquirir produtos com as marcas Ayrton Senna e Senninha, participar de eventos como a Maratona de Revezamento Ayrton Senna Racing Day, ou mesmo com doações no site https://ias.doacaosenna.org.br. “As empresas que acreditam que a educação é o melhor caminho para reduzir as desigualdades sociais no Brasil também podem investir no nosso trabalho aportando recursos, doando sua expertise para a disseminação da causa ou patrocinando os nossos eventos”, conclui Viviane.
Share: