Os prejuízos de ouvir música muito alta

684
0
Share:
Prejuízos de se ouvir músicas muito alta

Ouvir música muito alta faz mal? Pode ocasionar perda de audição?

Observe as pessoas andando nas ruas, nos ônibus, na academia ou fazendo exercício nos parques. Veja quanta gente rotineiramente está com fones no ouvido,  escutando música. Até ai tudo bem, a música relaxa e faz o tempo passar mais rápido e gostoso. O problema não é a música. É o VOLUME da música nos seus ouvidos.

Entenda: o ouvido é um órgão extremamente sensível. Tem a difícil missão de transformar os sons que nos cercam em um impulso nervoso que vai ser decodificado e interpretado pelo cérebro. Por exemplo, imagine-se andando por uma rua e alguém grita “CUIDADO” atrás de você. O cérebro entende esta palavra como um sinal de alerta iminente e faz seu sistema endócrino liberar adrenalina. Imediatamente, em segundos, você se vira para entender o que aconteceu já com o coração batendo mais rápido e a respiração acelerada. Isso significa, portanto,  que a audição deflagrou um sinal que provocou esta cascata de acontecimentos neuroendócrinos e cardiovasculares. Assim, para que esta “decodificação” dos sons que nos cercam  aconteça direitinho o nosso aparelho de audição deve estar funcionando muito bem.

A onda sonora entra pelo ouvido e faz o tímpano vibrar.  Isso estimula  estruturas anatômicas muito delicadas localizadas em “caixinhas” que chamamos de ouvidos médio e interno que terminam num impulso certeiro para o sistema nervoso central.

Qualquer som muito alto por tempo prolongado -pode ser um barulho, um ruído indesejável ou a sua música preferida muito alta, com ou sem fone de ouvido-  gera uma energia sonora que, quando intensa e contínua, lesa a delicada estrutura anatômica auditiva. Resultado: pode surgir um zumbido desagradável  e/ou perda auditiva progressiva e – mais importante- irreversível. Isso pode acontecer em qualquer idade, jovens incluídos.

Por isso, muito cuidado com som alto. Ouça suas músicas preferidas. Isso dá prazer e faz bem. Mas para ter garantia de que você vai ouvi-las SEMPRE, cuide do volume e da intensidade do sons que chegam ao seus ouvidos. Com fones de ouvido, principalmente. Evite os volumes máximos. A dica é sempre conseguir ouvir o ambiente ao seu redor quando estiver com fones. Em festas, baladas ou  shows sinta-se auditivamente confortável. Se o volume do som estiver te incomodando, não hesite em utilizar protetores auriculares. Não são caros e de fato atenuam a intensidade da energia sonora que atinge seu tímpano.

Ouça com clareza e precisão tudo o que o mundo tem para te oferecer em 2014! Saúde!

Fonte: G1 – Doutora Ana Escobar

Share: