Palmeira pega o Millonarios pela Sul Americana

123
0
Share:

SÃO PAULO (BDCi) — O Palmeiras poderia dar mais atenção à Copa Sul-Americana, e até queria utilizá-la como laboratório para a Taça Libertadores, que vai disputar no ano que vem. Mas a situação crítica no Campeonato Brasileiro fez o clube mudar de ideia. Em franca recuperação na competição nacional, o Verdão poupa jogadores na partida desta terça-feira contra o Millonarios, da Colômbia, às 21h45m (horário de Brasília), no Pacaembu. O duelo é o primeiro das oitavas de final da Sul-Americana.

O Verdão se reencontrou desde que Gilson Kleina assumiu o comando da equipe, há duas semanas. Foram duas vitórias seguidas no Brasileirão e a esperança renovada para fugir do rebaixamento. O time está com 26 pontos, a três de deixar a zona da degola. Por isso, está difícil pensar agora na disputa da competição internacional. Uma vitória sobre os colombianos, porém, pode elevar o moral para o clássico contra o São Paulo, sábado, no Morumbi.

Kleina vai poupar alguns de seus principais jogadores: Marcos Assunção e Thiago Heleno nem foram relacionados, Valdivia deve ficar no banco, e Barcos não joga, já que está com a seleção argentina que disputa o Superclássico das Américas. Román, Correa, Daniel Carvalho e Obina serão titulares. O desafio é manter o foco da equipe e fazer com que ela passe de fase na Sul-Americana. Mas ninguém no elenco esconde que a prioridade é o Brasileiro.

O Millonarios está no Brasil desde domingo e treinou no CT do São Paulo, vizinho ao do Verdão. O clube colombiano vive bom momento dentro de campo, mas conturbado fora dele. Apesar da derrota por 8 a 0 para o Real Madrid, em amistoso semana passada, o time treinado por Hernán Torres é líder isolado do campeonato local com 23 pontos.

O Millonarios vem de vitória sobre o Junior Barranquilla, mas luta para superar uma polêmica. Por supostamente ter sido apoiado pelo tráfico de drogas, o clube pode perder os títulos colombianos de 1987 e 1988, caso a ligação seja mesmo comprovada. A presidência atual do Millonarios promete devolver as taças se as denúncias procederem, mas não sem antes consultar diretores e torcedores.
A partida terá arbitragem do argentino Patricio Loustau, auxiliado por seus compatriotas Gustavo Rossi e Ivan Nuñez. O jogo de volta está marcado para o dia 23 de outubro, em Bogotá.

Palmeiras: com quatro mudanças em relação ao time que venceu a Ponte Preta, Gilson Kleina não terá seus principais jogadores em campo. Mesmo assim, promete força com Daniel Carvalho na armação e Obina no ataque. Correa volta de contusão na coxa direita e está confirmado. Valdivia fica no banco. O time: Bruno, Artur, Maurício Ramos, Román e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, Correa e Daniel Carvalho; Maikon Leite e Obina.

Millonarios: o técnico Hernán Torres deve manter o time que venceu o Junior Barranquilla por 2 a 0, no sábado. Isso significa que o atacante Rentería (aquele, ex-Inter, Santos e Once Caldas) está fora, por contusão. Ele nem viajou a São Paulo com o elenco. O time provável é o seguinte: Luis Delgado, Lewis Ochoa, Osvaldo Henriquez, Pedro Franco e Járol Martinez; Rafael Robayo (Johnny Ramírez), Juan Esteban Ortiz, Harisson Otálvaro e Mayer Candelo; Jorge Perlaza e Wilberto Cosme.

Desfalques
Palmeiras: Marcos Assunção e Thiago Heleno, poupados, Hernán Barcos, que está com a seleção argentina na disputa do Superclássico das Américas, e os machucados João Vitor e Fernandinho. O lateral-esquerdo Leandro, que não está inscrito na Sul-Americana, também é desfalque.
Millonarios: o atacante Wason Rentería, com uma contratura muscular.

De olho neles

Palmeiras: sem Barcos, cabe a Obina a tarefa de fazer gols para o Verdão. O atacante marcou apenas dois desde que voltou ao clube, mas promete esforço máximo para a torcida não sentir falta do Pirata, que vai disputar novamente o Superclássico das Américas. O jogo serve de treinamento, já que Obina deve ser titular em outras três partidas do time no Brasileirão na ausência do argentino.
Millonario: o atacante Jorge Perlaza fará sua estreia na Copa Sul-Americana logo contra um adversário como o Palmeiras. Sem Rentería, machucado, ele passou a ser o principal atacante da equipe de Hernán Torres.
O que eles dizeram

Daniel Carvalho, meia do Palmeiras: “O professor passou informações do esquema do time deles. Sabemos do jogo com o Real Madrid, mas não pode ser um parâmetro. Já conseguimos ter uma noção do esquema deles, de quem joga na frente. São velocistas. Time sul-americano é difícil, muito mais força física e dedicação”.
Hernán Torres, técnico do Millonarios: “Sabemos das condições do nosso rival e esperamos uma partida difícil e complicada, como sempre é contra as equipes brasileiras que jogam em casa. Sabemos que o Palmeiras não teve um bom início no campeonato local, mas ganhou os últimos jogos e tem jogadores que desequilibram”.

Curiosidades

* O principal título internacional do Palmeiras foi conquistado em cima de uma equipe colombiana. Em 1999, o Verdão venceu o Deportivo Cali, nos pênaltis, e levou a Taça Libertadores daquele ano.
* O Palmeiras tem 17 jogos contra colombianos em sua história, apenas dois deles contra o Millonarios. A última vez contra uma equipe do país foi na Libertadores de 2006: vitórias por 3 a 2 e 2 a 1 sobre o Atlético Nacional, de Medellín, pela fase de grupos do torneio continental. O volante Correa, que joga nesta terça, fez um gol.
* No total, o Palmeiras tem 11 vitórias, quatro empates e só duas derrotas contra equipes da Colômbia.
* Apenas cinco colombianos vestiram a camisa do Palmeiras na história, todos a partir dos anos 90: Freddy Rincón, Harold Lozano, Faustino Asprilla, Dario Muñoz e Pablo Armero.

Os dois únicos duelos contra o Millonarios foram realizados em um intervalo de quatro dias, entre 24 e 28 de janeiro de 1962. No primeiro, em Manizales, vitória alviverde por 4 a 0 – gols de Américo (duas vezes), Vavá e Julinho. O segundo jogo foi realizado no estádio El Campín, em Bogotá, e terminou empatado em 1 a 1. O gol palmeirense foi marcado por Julinho.

Por: Ubiratã Farias
Fonte: g1.globo.com
Foto: g1.globo.com
Data: 02 de outubro de 2012, 06h30 p.m. PST

Share:

Leave a reply