Roer unhas prejudica os dentes; veja como se livrar do vício

407
0
Share:

do UOL /  iTodas

Roer as unhas é um hábito comum que pode ser sinal de estresse, ansiedade e até mesmo tédio. Mais do que deixar as unhas feias, esse hábito é prejudicial à saúde bucal.

Segundo Sérgio Kignel, especialista em saúde bucal, ao serem levados à boca os dedos transportam germes, vírus, fungos e bactérias, presentes abaixo da unha. “Isso desgasta o esmalte dos dentes e causa má oclusão, quando não há um encaixe perfeito entre as arcadas dentárias”, completa.

Ainda de acordo com o especialista, pessoas que roem unhas apresentam maior risco de desenvolver bruxismo, que é a ação não intencional de ranger os dentes, sensibilidade dentária e retração da gengiva

Como não roer unhas 

Segundo o dermatologista Joaquim Mesquita Filho, é preciso desacostumar a pessoa a levar a mão à boca. Em alguns casos, a terapia comportamental é suficiente para reverter o hábito. “Em alguns casos, é preciso recorrer aos esmaltes com gosto amargo ou a tratamentos com dermatologistas”, completa.

Ainda de acordo com o especialista, outro truque é manter as unhas cortadas e lixadas para evitar que as pontas mal aparadas sirvam para voltar a roer. “Aplicar hidratante nas mãos e nas unhas e manter as unhas esmaltadas também ajuda”, afirma ele.

Priorizar a ingestão de alimentos amigos das unhas também é uma boa dica para quem quer se livrar do vício e voltar a ter unhas bonitas. O dermatologista recomenda o consumo de uma dieta rica em biotina, presente em alimentos como gema de ovo, arroz integral, leite, banana e couve-flor.

Share: