Sai laudo da morte de Amy Winehouse

139
0
Share:

LONDRES (BDCi) — Saiu nessa quarta-feira (26), em Londres, o laudo da morte da cantora Amy Winehouse. Nele consta que foi encontrado no sangue da cantora uma taxa de álcool cinco vezes maior que o autorizado para dirigir na Inglaterra.

Segundo Suzanne Greenaway, responsável pela necrópsia, uma concentração de 416mg de álcool para cada 100ml de sangue foi detectado no corpo de Winehouse. Após três semanas de abstinência, “a consequência não deliberada deste nível potencialmente fatal foi sua repentina e inesperada morte”, afirmou.

Testemunho em seu inquérito, não mostrou traços de drogas ilícitas em seu sistema – mas surgiu mais detalhes sobre sua batalha perdida com o álcool.

Dr. Christina Romete, médica da cantora, disse ter a encontrado na manhã anterior de sua morte para questionar quando a cantora pararia de beber completamente. Por sua vez, Winehouse que estava determinada em resolver a situação de sua maneira, disse que ligaria no final daquela semana a Romete para discutirem sobre o assunto. Na tarde seguinte, Andrew Morris, segurança particular da cantora, a encontrou sem respiração e sem pulso.

A cantora morreu no dia 23 de junho desse ano.

Os pais da artista irão se apresentar nessa quarta no St. Pancras Coroner’s Court de Londres, para concluírem a investigação.

Desde sua morte, o álbum Black to Back de Winehouse, se tornou o mais vendido no Reino Unido do século 21.

Matéria: Samanta Santos
Edição: Janete Weinstein
Imagem: Victor Caivano/ AP
Fontes: Veja, BBC, CNN
26 de Outubro de 2011
10:21 a.m. PDT

Share:

Leave a reply