São Paulo vence Botafogo num jogão de bola

179
0
Share:
São Paulo vence Botafogo em jogão de bola no Mané Garrincha

O Campeonato Brasileiro agradece. Botafogo e São Paulo fizeram valer o ingresso de cada um dos torcedores que viram o duelo no Mané Garrincha, em Brasília, nesta quarta-feira. No fim, os são-paulinos é que comemoraram a vitória por 4 a 2. Mas não faltou emoção. Cariocas e paulistas fizeram uma linda partida.

A vitória tem um peso muito grande para a equipe do Morumbi. Agora com 39 pontos, o Tricolor está a quatro do líder Cruzeiro, que joga nesta quinta-feira com o Bahia. Só que o próximo jogo é contra os mineiros. É a chance de dar ainda mais emoção ao campeonato e se fortalecer na briga pelo título.

Do lado do Botafogo, a derrota como mandante num estádio neutro (visando a uma renda maior, a partida foi transferida para Brasília) atrapalha o time na tabela. Com 22 pontos, o Bota aparece em 14º, apenas dois pontos acima da zona de rebaixamento. Se vencesse, haveria uma tranquilidade maior. A expulsão de Airton, que pisou em Pato, prejudicou ainda mais.

Botafogo e São Paulo voltam a jogar pelo Brasileirão no domingo, às 16h. O time carioca visita o Inter, no Beira-Rio, em Porto Alegre. O time paulista recebe o líder Cruzeiro, no Morumbi, em confronto direto na corrida pelo título.

Duas viradas em 45 minutos

Cinco gols só no primeiro tempo. Não tem como uma partida assim ser ruim. E não foi. Botafogo e São Paulo atuaram em campo neutro pela primeira rodada do returno, e os tricolores aproveitaram que o clube carioca abriu mão do mando de campo para comparecerem em maior número nos assentos do Mané Garrincha.

Quem abriu o placar foi o Tricolor. Michel Bastos fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Alan Kardec, depois de cinco jogos de jejum, marcar aos sete minutos. O Botafogo foi guerreiro e conseguiu a virada com gols aos 19 e aos 22. Primeiro com Zeballos, depois com André Bahia. A zaga são-paulina vacilou em ambos os lances de bola aérea.

Aí apareceu Souza. Com oportunismo, o volante pintou na área duas vezes. Uma para empatar, aos 36, após rebote de Andrey. E outra para virar o jogo, aos 40, depois de passe de Pato. Wallyson, no fim da etapa final e no começo do segundo tempo, teve o empate nos pés. Mas parou nas mãos de Rogério Ceni.

Sinal vermelho para o Alvinegro

O Botafogo bem que tentou partir para pressão. Mas foi prejudicado por uma atitude intempestiva de Airton. O volante pisou na cabeça de Alexandre Pato e imediatamente levou cartão vermelho – os dois haviam se desentendido no fim do primeiro tempo, após o atacante tricolor impedir uma cobrança de falta ao chutar a bola para longe. Com uma mais em campo, o São Paulo tocou ainda melhor a bola e levou perigo aos botafoguenses.

Oportunidades para ampliar surgiram o tempo todo. Mas a conclusão não era das melhores. Na defensiva, o Fogão esperava o momento certo para contra-atacar. Só que aí prevaleceu o melhor momento do São Paulo. Auro acionou Osvaldo na direita, ele avançou e rolou para Pato sacramentar a vitória.

Fonte: G1

Share: