10 mitos e verdades sobre a Homeopatia

497
0
Share:
Embora a homeopatia seja uma especialidade médica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina desde 1980, com pressupostos científicos estabelecidos, a prática é um sistema medicinal considerado alternativo. O tratamento acontece por meio de estímulos desencadeados por medicamentos homeopáticos com o intuito de reequilibrar a vitalidade do organismo dos pacientes.

 

A medicação homeopática é prescrita por especialistas, que antes de se tornarem homeopatas, possuem formação em medicina. De acordo com o Dr. Hylton Luz, existem diversos tipos de mitos que envolvem o tratamento com a homeopatia:

 

1) Quem adere à homeopatia não deve fazer tratamentos alopáticos, para não misturar as coisas: Mito
Alopatia é a medicina mais usada no mundo ocidental. Já a homeopatia é um sistema terapêutico criado pelo médico alemão Christian Friedrich Samuel Hahnemann (1755-1843), que trata doenças com substâncias ativas ministradas em doses bem diluídas e dinamizadas. Em linhas gerais, a homeopatia propõe que se repense os conceitos de saúde e enfermidade e se baseie, entre outros, no princípio da individualização. Isso quer dizer que cada caso é um caso e o paciente deve ser avaliado não só pelo viés da doença, mas como um todo – emoções incluídas.

 

2) A homeopatia pode ser considerada uma medicina preventiva: Verdade
O que se constata é que, com o tratamento homeopático, as crises de certas doenças crônicas, como rinite, asma e gripes recorrentes, se tornam cada vez mais raras, chegando a praticamente cessar em alguns casos. Mas isso não quer dizer que a pessoa nunca mais ficará doente.

 

3) Para a homeopatia, as doenças somente surgem quando há um desequilíbrio emocional: Mito
É bem verdade que a homeopatia defende que o desequilíbrio emocional pode provocar doenças. Mas admite que nem sempre ele está por trás de uma enfermidade – e, mesmo quando está, não costuma ser o único fator desencadeador.

 

4) A homeopatia parece ser eficiente para tratar as doenças crônicas: Verdade
As doenças de funcionamento do organismo e as de natureza alérgica quase sempre são tratadas com êxito pela homeopatia. Muita gente jura que as bolinhas brancas, como são conhecidos os remédios homeopáticos, funcionam perfeitamente no combate aos males recorrentes.

 

5) Não pode vacinar quem usa homeopatia. Mito
Este é outro conceito que não tem uma fundamentação em nenhum texto de homeopatia. As vacinas, desde que usadas de forma criteriosa, são fundamentais nas epidemias para a prevenção de doenças graves como a paralisia infantil, a meningite meningocócica, a difteria etc A homeopatia tem formas de prevenir e tratar os efeitos colaterais das vacinas.

 

6) Remédio homeopático é bolinha de açúcar e, por isso, nunca funciona: Mito
As pílulas contêm substâncias ativas, em doses diluídas. Há estudos que comprovam que, mesmo com toda diluição, remédios homeopáticos curam doenças, sim.

 

7) “Se não fizer bem, mal também não faz”: Mito
Todas as substâncias utilizadas em cada um dos medicamentos homeopáticos possuem ação sobre os organismos semelhantes à substância utilizada. Pode ocorrer que essa semelhança não seja total de forma a curar o indivíduo, mas seja parcial, de forma que irá induzir o indivíduo a algum tipo de reação, que nem sempre é agradável. Logo a homeopatia só deve ser utilizada pelo médico especialista no assunto, capaz de analisar a semelhança do remédio com o indivíduo.

 

8) A homeopatia não atua em qualquer caso: Mito
A homeopatia atua em todas as áreas, não existindo nenhuma contra indicação para a sua utilização. A única contra indicação ocorre quando pessoas leigas em homeopatia fazem prescrições, normalmente porque já se utilizaram deste ou daquele medicamento e conseguiram resultados. Isto não é uma garantia para que o tratamento funcione em outro indivíduo.

 

9) Homeopatas odeiam alopatia: Mito
Homeopatas gostariam de não precisar dela, pois gostam de seu método de trabalho, mas, quando é necessário, ele a usa, porque o importante, para qualquer profissional da área da saúde, é seu paciente.

 

10) A Homeopatia é demorada. Mito
Ela age, e muito bem em casos  agudos, só que, assim como cuidados de emergência, não são fáceis de serem feitos por exigir maior especialização, na Homeopatia ocorre o mesmo. Aí a limitação é do profissional e não da Homeopatia.
Sobre Dr. Hylton Luz
Com mais de três décadas de experiência na área de saúde, o Dr. Luz é especialista em homeopatia e Direito e Saúde. Ele também lidera a Campanha Democracia na Saúde JÁ!, e é um dos principais defensores da inclusão de práticas integrativas de saúde, como homeopatia, acupuntura, fitoterapia, no Sistema Único de Saúde (SUS).
Em sua trajetória profissional dedicou  33 anos na prática da homeopatia. Destes, por 15 anos dirigiu a Ação pelo Semelhante http://www.semelhante.org.br/ – uma organização social fundada em 1999 para consolidar a homeopatia como uma alternativa para as políticas públicas de saúde -, e há seis anos esta à frente do Ecomedicina http://www.ecomedicina.com.br/ – portal de informações especializado em práticas integrativas e complementares para a sociedade civil.
Share: