Segurança do Papa durante a visita ao Brasil será feita pelo povo

203
0
Share:

(BDCi) — A visita do papa ao Brasil será sua primeira viagem internacional desde que assumiu o comando da Santa Sé.  Devido as manifestações ocorridas durante a Copa das Confederações, a preocupação com a segurança do Papa Francisco cresceu, mas  o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, afirmou que quem irá fazer a “segurança” do Papa Francisco é o “povo brasileiro”.

“Quem vai fazer a grande segurança do papa é o povo brasileiro, a juventude, o pessoal que está esperando com grande alegria. Se ocorrerem manifestações, e é natural que ocorram em um país democrático, nós vimos tantas agora, será absolutamente normal. E o papa é uma pessoa democrática, acostumada a viver na periferia de Buenos Aires. Vai saber entender”, disse Carvalho.

Ponto de encontro de milhares de jovens católicos de vários lugares do mundo, a Jornada Mundial da Juventude será realizada de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro e tem um público estimado em 1,5 milhão de pessoas.

Sua agenda no Brasil contempla a visita à comunidade de Varginha, no complexo de Manguinhos, na zona norte do Rio, e ao Hospital São Francisco de Assis. Além disso, terá um encontro com a sociedade no Theatro Municipal, no centro da cidade, e ao Santuário de Aparecida, em São Paulo. O ponto alto fica por conta de duas grandes celebrações na praia de Copacabana, na zona sul do Rio, nos dias 25 e 26.

ENCONTRO COM OS JORNALISTAS

O papa Francisco irá se reunir com cada um dos jornalistas que o acompanharão durante o vôo entre Roma e Rio de Janeiro, na próxima segunda-feira (22). De acordo com o porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi, o pontífice quis “fazer de maneira diferente o tradicional encontro com jornalistas” dentro do avião.

Share:

Leave a reply