Segurança redobrada no circuito de F1 em Sakhir

127
0
Share:

SAKHIR — Com medo dos “dias de fúria” prometidos pela maioria xiita, que protesta contra o regime do monarca Hamad bin Isa Al-Khalifa, o governo do Bahrein decidiu proteger o circuito do Bahrein com veículos blindados
Neste fim de semana, o país recebe a quarta etapa do Mundial. Na última sexta-feira (20), primeiro dia de atividades em Sakhir, o clima de tensão invadiu o paddock e ganhou intensidade depois que a Force India anunciou que não correria no segundo treino livre. Temendo novas manifestações nos próximos dias, o governo barenita adotou medidas para proteger as pessoas que estão no país por causa da F1. Desde a manhã deste sábado, o circuito de Sakhir está cercado por carros blindados por todos os lados. Muitas das estradas que levam até o local do GP do Bahrein estão cercadas com arame farpado.
O controle é rígido também na entrada do circuito de Sakhir. Os jornalistas que cobrem a F1 têm de obedecer às regras impostas pelas forças de segurança do governo do Bahrein. Cada pessoa é revistada na entrada do autódromo. De acordo com líderes opositores ao regime do rei Hamad, não há previsão de grandes manifestações para este sábado, o segundo dos três “dias de fúria” programados por parte da maioria xiita como forma de protestar contra a presença da F1 no Bahrein.
Senna, da Williams, termina classificação com 15° posto e já fala em “corrida dura” no Bahrein.
“Fiz o possível para entrar na última parte do treino. Gostei do equilíbrio do carro, mas os tempos estão incrivelmente apertados aqui que qualquer pequena vantagem faz toda a diferença em termos de posições”, avaliou.

Por : Cibele Clark
Fonte: Agência de notícias ‘Europa Press’
Foto: Twitter/Adam Cooper.
22 de Abril de 2012

Share:

Leave a reply