Taxa de desemprego em baixa nos EUA

206
0
Share:

WASHINGTON, DC (BDCi) — A taxa de desemprego americana é a mais baixa registrada desde janeiro de 2009, mês de início do mandato do presidente Barack Obama.

A Casa Branca afirmou nesta sexta-feira (5) que com a taxa de desemprego menor, mostra que a economia continua a se recuperar, mas que mais medidas são necessárias para sair do buraco criado pela recessão. Em setembro chegou a aproximadamente 7,8%, com queda de três décimos em relação a agosto, chegando ao menor nível desde janeiro de 2009, no auge da crise do mercado imobiliário americano.

“Embora haja mais trabalho que precisa ser feito, o relatório de emprego de hoje fornece mais evidências de que a economia dos EUA continua se recuperar dos ferimentos provocados pela pior contração desde a Grande Depressão”, disse em comunicado o presidente do Conselho de Conselheiros Econômicos da Casa Branca, Alan Krueger.

De acordo com relatório do Departamento de Trabalho divulgado nesta sexta-feira, houve saldo positivo em 114 mil postos de trabalho na relação entre contratações e demissões no setor privado no último mês.

O saldo, no entanto, está abaixo da média anual, que é da geração de 146 mil vagas por mês. Em 2011, o saldo positivo médio foi de 153 mil empregos mensais.O maior impulso ao emprego foi dado pelo setor de serviços, em áreas como saúde, transporte e armazenamento, com 61 mil trabalhos em setembro.

Em compensação, as principais indústrias americanas registraram saldo negativo, com 16 mil vagas a menos. Também houve perdas na área de eletroeletrônicos e impressão.
Com isso, o número absoluto de desempregados chegou a 12,1 milhões, sendo reduzido em 456 mil durante setembro.

Os números de julho e agosto foram revisados para mostrar criação de mais 86 mil vagas do que o previamente reportado. O ideal para manter a proporção com o crescimento demográfico é a expansão mensal de 150 mil empregos.

A baixa geração de postos de trabalho é apontada pelos republicanos como um dos principais problemas do governo de Obama e é enfatizada pelo candidato Mitt Romney.

Os próximos números sobre o desemprego, referentes a outubro, serão divulgados em 2 de novembro, a quatro dias do pleito nos Estados Unidos.

Por Janete Weinstein
Fonte Folha de Sao Paulo e Reuters
Foto Divulgacao
5 de outubro de 2012 9:25 a.m.

Share:

Leave a reply