Teste positivo de HIV paralisa indústria pornô em Los Angeles

135
0
Share:

LOS ANGELES (BDCi) — A indústria pornográfica de Los Angeles interrompeu temporariamente as atividades após um artista de filmes eróticos ter sido diagnosticado com HIV positivo.

Principal polo de produção dos Estados Unidos, a cidade só retorna às atividades quando constatar se o ator ou atriz está de fato infectado e se teria ou não propagado o vírus. A pessoa envolvida não teve seu sexo ou nome divulgados.

Caso o diagnóstico venha a ser confirmado, a entidade vai pedir que os parceiros sexuais da pessoa que atuou nos filmes pornôs também sejam testados.

Não é a primeira vez que um diagnóstico como esse estremesse a indústria multibilionária. Em 2010, o ator Derrick Burts foi diagnosticado como portador do vírus HIV e desde então passou a defender o uso de camisinhas nos elencos de filmes pornôs.

A mesma idealização passou a ser defendida por outros ex-atores pornô e pela entidade Aids Healthcare Foundation que pretende colher assinaturas para exigir um plebiscito sobre o uso obrigatório de camisinhas para atores de filmes pornô.

Serão necessárias mais de 41 mil assinaturas para que o pedido possa ir a plebiscito nas eleições de 2012.

Segundo regras acatadas pelos produtores de filmes pornô, os atores precisam se submeter a testes mensais de HIV, mas não há nenhuma pressão quanto ao uso de camisinhas.

Por: Adrianna Lobo
Edição: Ana Paula Silvani
Fonte: Los Angeles Times
30 de agosto de 2011
10:26 a.m. PDT

Share:

Leave a reply