Torcedores reclamam de falta de comida nos estádios da Copa

237
0
Share:
Falta comida nos estádios da Copa

A Fifa anunciou, nesta quinta-feira, que está tomando providências para normalizar o fornecimento de comida nos estádios da Copa. Foi um dos pontos mais criticados pelos torcedores nessa primeira semana de mundial. E entrar com o próprio lanche é proibido.

Em Brasília, a fila para comprar comida era grande. Quem foi até o estádio para ver Costa do Marfim e Colômbia teve muito do que reclamar.

“Nós estamos tendo dificuldade para comprar sanduiches e comidas quentes. Está faltando comidas quentes aqui”, diz Leonardo Nobrega, médico.

“A gente entra no estádio às 10h e às 14h não tem nada para comer”, afirma a fisioterapeuta Elianai Oliveira.

A colombiana enfrentou um dia cansativo para chegar ao estádio. “Viajamos mais ou menos 18 horas, estamos por todos os cubículos e não encontramos nada para comer”, conta.

O bancário César Rodrigues já foi em outras partidas e teve que se virar para comer. “Nunca tem. Já fui no Castelão, na Arena Pantanal e aqui. Nunca tem, é difícil você ter lanche no estádio”, destaca.

A produção do Jornal Nacional constatou que nos dois primeiros jogos da Arena Amazônia, em Manaus lanchonetes ficaram sem água e sem comida ainda no intervalo. O mesmo aconteceu no único jogo da Arena da Baixada, em Curitiba.

No Maracanã, a falta de comida e as filas foram problemas no primeiro jogo. No segundo, não.

Nos dois jogos na Arena Pantanal, em Cuiabá, torcedores que estavam nas arquibancadas   superiores tiveram que buscar lanchonetes na parte de baixo do estádio.

Quem quis comer na Arena Pernambuco, no único jogo até agora, só encontrou picolé e pipoca.

Já os estádios em Fortaleza e em Porto Alegre tinham opções de lanches no primeiro jogo. No jogo segundo, só tinham salgadinhos em pacote.

No Mineirão, em Belo Horizonte, não havia muita opção de lanche no primeiro jogo. Melhorou no segundo.

Em Natal, não tem havido reclamações sobre a falta de comida.

Em todos os estádios, os torcedores não estão reclamando de falta de bebida alcoólica e esse pode ser um problema. Beber de estômago vazio pode provocar confusões, principalmente quando as paixões se inflamarem.

Na Arena Corinthians, quem assistiu a Uruguai e Inglaterra, se não torcia para a Inglaterra, saiu satisfeito com o jogo. Quem aproveitou para fazer um lanchinho, saiu satisfeito também.

“Peguei um lanche, estava tranquilo, fila normal, foi ótimo”, disse uma torcedora.

“Estava caro, mas estava tudo muito bom”, disse um torcedor.

Nesta quinta-feira, numa entrevista coletiva, o diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, disse que todas as empresas responsáveis pelo fornecimento de comida e bebidas nos estádios estão trabalhando juntas para resolver os problemas, que de ontem para cá, falhas foram resolvidas e que vão continuar buscando melhorar.

Fonte: G1

Share: