Trânsito lento no Rio de Janeiro em primeiro dia útil do fechamento da Perimetral

426
0
Share:

RIO DE JANEIRO BDCi News) — O ritmo para a Copa no Brasil vem deixando os cariocas tensos em relação à mobilidade. As obras para o projeto Porto Maravilha, que inclui a construção de 4 km de túneis, implantação de 17 km de ciclovias, demolição do Elevado da Perimetral (4 km) e a construção de três novas estações de tratamento de esgoto, vem prejudicando o transito e deixando os trabalhadores insatisfeitos, principalmente aqueles que usam o transporte público sentido Centro. Nessa segunda-feira (27), primeiro dia útil do fechamento da Perimetral, as obras deixaram o tráfego lento na região. Motoristas e passageiros ainda não se ajustaram a nova configuração da cidade.

Segundo o chefe-executivo do Centro de Operações da Prefeitura do Rio, Pedro Junqueira, em entrevista ao G1, motoristas que utilizavam o Centro do Rio como passagem, e não como destino final, devem evitar fazê-lo. “As melhores alternativas são a Via Binário e os túneis Santa Bárbara e Rebouças”.

 

 

Substituição do Elevado da Perimetral

 

De acordo com o site informativo sobre o Porto Maravilha, hoje, estudos técnicos comprovam que a remoção da Perimetral é fundamental para melhorar o trânsito na região. E a decisão de substituir viadutos deste porte não é ideia exótica ou sem fundamentação. A Pesquisa Vida e Morte das Autovias Urbanas do Institute for Transportation & Development Policy (ITDP) apurou que 17 cidades dos Estados Unidos, da Europa e de países asiáticos já substituiram seus grandes viadutos. A perspectiva de remover o Elevado da Perimetral, chave do novo sistema viário do Porto Maravilha, acaba com a imagem de passagem da Região Portuária. O viaduto contribuiu para a degradação da área, do patrimônio público e privado, e para o esvaziamento da região, que tem a menor densidade populacional do município.

Parte do projeto Porto Maravilha é para ampliar a capacidade de receber turistas para a Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016. A readequação do terminal de passageiro está orçada em R$ 314 milhões.

 

Share: