Tributo a Renato Russo em Brasília

385
0
Share:

BRASÍLIA (BDCi) — Aconteceu em Brasília neste último sábado (29) um tributo ao vocalista do Legião Urbana, “Renato Russo Sinfônico”. O show reuniu a Orquestra do Teatro Nacional de Brasília, sob regência do maestro Claudio Cohen, e diversos artistas brasileiros interpretando músicas da banda de Brasília e da carreira-solo do cantor e compositor.

Entre as estrelas estavam Zélia Duncan, Zizi e Luiza Possi,Ivete sangalo, Lobão, Elen Oléria ( vencedora do The Voice Brasil), Fernanda Takai (Pato Fu), Jerry Adriani, Sandra de Sá além do ex-baixista da Legião Urbana, Renato Rocha.

Cerca 30 mil fãs cantaram juntos os melhores sucessos da banda como “Pais e Filhos”,  “Giz”, “Perfeição”, “Eu sei”, “Ainda é Cedo”, “Eduardo e Mônica”, “Monte Castelo”, “Quase sem Querer”,

Os destaques da noite  foram paras as interpretações das música “Mudaram as Estacões” a qual foi tocada pela violinista Ann Marie Calhouncom e do bandolinista Hamilton de Holanda com “Índios”. A pláteia foi sem dúvida um show aparte acompanhando todas as músicas.

O show contou ainda com um manifesto do ator global, Fabrício Boliveira, pedido justiça e reforma social para o país. Ele terminou o seu discurso pedindo um minuto de silêncio em homenagem aos mortos nos últimos atos.

“Faroeste Caboclo” foi interpretada pelo vocalista brasiliense do Natiruts, Alexandre Carlo, o estádio Mané Guarrincha explodiu de emoção levando os fãs ao delírio.

E até ele, Renato Russo, subiu ao palco para cantar “Há Tempos” com a ajuda de efeitos especiais, divulgada como a primeira holografia no Brasil,  o qual não surpreendeu o público por causa de problemas técnicos.

Um show que juntou varias gerações para cantar juntos as músicas que mexeu com uma nação como a família de uma professora do GDF que levou seus dois filhos de 11 e 13 anos.  Os garotos sabiam todas a letras e dançaram a todas as músicas.

“Será” foi interpretada pela maior parte dos artistas. Mas o público ainda queria mais e  seguiram pedindo “Que País é Esse”

O show aconteceu exatamente 25 anos e 11 dias depois da última apresentação da Legião Urbana em Brasília. No dia 18 de junho de 1988, uma grande confusão se formou depois que a banda decidiu deixar o palco após 50 minutos de música.

Esse foi o primeiro show realizado no estádio desde a reconstrução, o qual visa abrir as portas para eventos de grande porte.

Share:

Leave a reply