Uruguai é queridinho dos brasileiros; conheça

332
0
Share:

A poucos meses do início do governo de Tabaré Vázquez, que venceu as eleições presidenciais no último domingo (30 de novembro), o Uruguai quer se manter como um destino querido dos brasileiros.

Nos últimos dez anos, o número de turistas do Brasil que chegaram ao país sul-americano de avião ou de balsa desde Buenos Aires cresceu quase 200%, de 170 mil pessoas em 2005 para estimados 500 mil em 2014.

E as ambições andam em alta na República Oriental. Em entrevista exclusiva ao UOL Viagem, Benjamín Liberoff, que assumirá o cargo de vice-ministro do Turismo do Uruguai em março de 2015, após Tabaré Vázquez tomar posse como presidente, afirmou que o país “tem diversos atrativos para trazer ainda mais brasileiros para nosso território”.

Para motivar este crescimento, ele indicou algumas atrações pouco conhecidas que a nação uruguaia tem para oferecer a seus hóspedes. Veja abaixo:

Além de Punta

Getty Images

Punta del Este é, sem dúvida alguma, o balneário mais famoso e concorrido do Uruguai. Mas o país também oferece outras faixas de areia que podem agradar o turista brasileiro. Entre elas, Benjamín Liberoff indica José Ignacio (que tem a paisagem marcada por um farol de 1877) e Piriápolis (na foto acima), localizada a cerca de 30 km de Punta. “Piriápolis é um lugar mais barato que Punta que costuma receber muitas famílias.  E seu calçadão está sendo renovado, o que vai deixar o local ainda mais bonito”. A obra deve ser inaugurada ainda neste ano. 

Museu a céu aberto 

Associated Press: AP

Outro lugar no meio do caminho entre Brasil e Montevidéu indicado por Liberoff é San Gregorio de Polanco, localizada no centro do território uruguaio. A cidade se tornou um museu a céu aberto em 1993, quando mais de 50 artistas uruguaios realizaram belas pinturas em suas paredes e outros espaços públicos (como esta de Carlos Gardel, acima). “O local também abriga instalações artísticas inusitadas”, diz Liberoff. “Na cidade, é possível encontrar, no meio da rua, geladeiras aposentadas com livros em seu interior”. 

“Gardel é nosso” 

Divulgação

“É verdade que Carlos Gardel fez fama na Argentina, e muita gente fala que a França é seu local de nascimento, mas ele é natural da cidade de Tacuarembó, no Uruguai”, afirma Liberoff. “Para os turistas que vêm do Brasil, é interessante fazer uma visita a Valle Edén [a cerca de duas horas da fronteira do Rio Grande do Sul], onde está o Museu Carlos Gardel”. No local, a 20 km do centro de Tacuarembó, é possível conhecer em detalhes a história do artista e ver documentos que seriam capazes de comprovar sua nacionalidade uruguaia.

Villa Serrana 

Nicolas Barriola/Creative Commons

“A Villa Serrana fica no interior do Uruguai, a aproximadamente 150 km de Montevidéu, e é um destino turístico extremamente interessante no país”, diz Liberoff. “É uma região de muito verde, ótimos lugares para dormir e edifícios projetados pelo arquiteto Júlio Vilamajó”. Passeios a cavalo e restaurantes com ótimos pratos são alguns dos atrativos que encantam os turistas que passam pela área. Sentar entre as montanhas e degustar o tradicional mate é outra das atividades que merece ser feita em Villa Serrana. 

Mercado lado B 

Mrferla/Creative Commons

Ir a Montevidéu e comer suculentas carnes no Mercado del Puerto é um programa imperdível para muitos turistas. Mas, na cidade, há outro centro gastronômico que merece a indicação de Benjamín Liberoff. Trata-se do Mercado Agrícola de Montevidéu, também chamado na cidade simplesmente de MAM. “Ali o turista pode ter diversas experiências gastronômicas. Há lugares que servem deliciosas massas e outros que promovem degustação de queijos”, afirma ele. “E ainda é possível comprar verduras e frutas frescas nas barracas do mercado”. O MAM fica perto do Palácio Legislativo, na rua José L.Terra, 11800. 

Termas de Arapey 

Divulgação/Intendencia de Salto

Localizadas a cerca de 80 km da cidade de Salto, no noroeste do Uruguai, as Termas de Arapey são a indicação de Benjamín Liberoff para quem quer relaxar. “Fica perto do rio Arapey e é um lugar que tem ótimos hotéis”, conta ele. A temperatura das águas termais da região tende a variar entre 37 e 42º e há hotéis de quatro e cinco estrelas para os visitantes, a maioria com piscinas com água quente. No destino é também possível encontrar restaurantes e centros de compras. 

Polo de caviar 

Divulgação/Black River Caviar

Além das dicas do futuro vice-ministro do Turismo, o Uruguai oferece interessantes atrativos para seus visitantes. O país tem tudo para se tornar destino dos amantes do caviar: no território uruguaio opera hoje a Black River Caviar, a primeira e única empresa a produzir ovas do esturjão no Hemisfério Sul. Segundo a Black River, o Uruguai é um dos melhores países do mundo para a produção de caviar. A empresa tem conquistado prêmios e ávidos consumidores das saborosas esferas negras.

Vinhos saborosos 

Leo Quique/Divulgação

De acordo com o ministério do Turismo do Uruguai, cerca de 15 mil turistas brasileiros visitam as vinícolas uruguaias a cada ano. O país produz 3,2 milhões de litros de vinho anualmente: desse total, 43% é exportado para o Brasil. Além da tradicional uva tannat, que gera vinhos encorpados, as vinícolas do país trabalham, por exemplo, com pinot noir, cabernet franc e shiraz. Entre as vinícolas abertas a turistas destacam-se a Alto de la Ballena, a Bouza Bodega Boutique, a Filgueira e a Juanicó. 

Destino para o público LGBT 

ANDRES STAPFF/Reuters

“O Uruguai é considerado o país mais vanguardista e liberal da América Latina”, diz o ministério do Turismo do país. “Em 1907 foi o primeiro a aprovar a lei do divórcio. Em 1932, o segundo das Américas a conceder o voto às mulheres. E, em abril de 2013, aprovou o casamento entre pessoas do mesmo sexo”. Entre os principais destinos LGBT do país destacam-se Colônia, Rocha, Canelones, Salto e, lógico, a capital Montevidéu. 

Campeões de audiência 

Getty Images

Mesmo com todas as dicas de lugares e passeios inusitados acima, se a intenção for conhecer apenas os pontos turísticos mais tradicionais do Uruguai, vá em frente. Afinal, os grandes cartões-postais do país sul-americano merecem a fama que têm. Em Montevidéu, não deixe de visitar instituições como o Mercado del Puerto, o Estádio Centenário de Futebol e a Praça da Constituição. E Punta del Este ainda mantém o glamour que vai encantar os amantes do luxo e de boas praias.  

MAIS INFORMAÇÕES

Museu Carlos Gardel: www.imtacuarembo.com

San Gregorio de Polanco: www.imtacuarembo.com/index.php?option=com_content&view=article&id=67

Praia de José Ignacio: viagem.uol.com.br/noticias/2012/05/28/jose-ignacio-no-uruguai-e-a-versao-boemia-do-balneario-de-punta-del-leste.htm

Mercado Agrícola de Montevidéu: www.mam.com.uy

Termas de Arapey: www.termasdearapey.com.br

Black River Caviar: www.blackrivercaviar.com.uy

Vinícolas uruguais: www.winesofuruguay.com/#/Bodegas

Ampliar

Punta del Este – A mão do Afogado 

Símbolo de Punta del Este, a escultura do artista chileno Mario Irarrázabal representa um homem se afogando e foi criada no verão de 1982 Melissa Pio/UOL
UOL.
Share: