Veja novos jogadores que Dunga pode escolher

242
0
Share:
Novas opções de jogadores para Dunga

Na primeira passagem pela Seleção, Dunga deu a primeira chance a nomes como Hulk e Afonso Alves no ataque da Seleção. De volta ao comando, o treinador terá que iniciar uma nova busca por um camisa 9, já que Fred anunciou após a Copa do Mundo que não pretende mais vestir a amarelinha. Se o técnico repetir “garimpo” que descobriu Afonso e Hulk, a convocação para a estreia, contra a Colômbia, no dia 5 de setembro em Miami, poderá ter surpresas no setor: Roberto Firmino, do Hoffeinheim, e Luiz Adriano,  do Shakhtar, Junior Moraes, do Metallurg Donetsk, Derley e Lima, do Benfica, e Jonas e Rodrigo, do Valencia, são alguns dos brasileiros que estão se destacando na Europa e ainda sonham com um lugar no time pentacampeão.

ARTILHEIRO SONDADO POR FELIPÃO

Com apenas 22 anos e revelação da Bundesliga na última temporada, Roberto Firmino é o jogador com mais perspectiva desta lista. O ex-Figueirense é a estrela do ataque do Hoffenheim e alvo de interesse de vários clubes na Europa, principalmente do Chelsea de José Mourinho, que observou com especial atenção sua última temporada: 16 gols e 12 assistências converteram Firmino no quarto artilheiro do campeonato. Não foi suficiente para ser convocado para a Copa do Mundo do Brasil, mas por pouco, muito pouco. Um mês antes de anunciar a convocação, Felipão quis conhecer pessoalmente o jovem artilheiro.

– Ele veio me ver em abril, um mês e poucos dias antes de sair a convocação. Acho que não veio assistir a nenhum jogo, foi só para conversar comigo e ver um dos nossos treinamentos. Ele me disse que a comissão técnica estava me observando e, partir daquele momento, iriam me acompanhar muito mais. Fiquei feliz e ainda pensei que pudesse ser chamado por tudo o que fiz na Alemanha, por ser um dos artilheiros do campeonato, mas não fui, não deu. Agora é bola para a frente – revelou Firmino em conversa telefônica com o GloboEsporte.com, antes de partir com o Hoffenheim para um estágio de preparação que o time vai realizar na Suíça esta semana.

Depois da expectativa alimentada e não realizada, Firmino espera conquistar a confiança de Dunga.

– Não conheço o Dunga pessoalmente. Mas espero que ele me dê uma chance. É o meu sonho e só posso demonstrar que mereço a camisa da seleção dentro de campo. Talvez tenha prejudicado um pouco o facto de jogar no Hoffenheim, um time pouco conhecido, mas eles sabem o que fazem – afirma.

OPÇÃO NA ESPANHA

Com a mesma idade de Firmino, Rodrigo Moreno, do Valencia, é outra opção muito jovem para o ataque da seleção em 2018. O filho do ex-Flamengo Adalberto Machado, que também representou a Seleção, é um nome que não aparece nas escalações dos brasileiros, porque sempre atuou pela base da seleção espanhola. Mas nada impede Rodrigo de jogar pelo Brasil. O caso é idêntico ao dos amigos Thiago e Rafinha Alcantâra. O jogador nasceu no Rio de Janeiro, mas foi viver na Espanha, onde o pai jogava, com apenas 11 anos. Cresceu e se formou no país e tem nacionalidade espanhola. Porém, nunca atuou pela seleção comandada por Vicente Del Bosque e, se o convite brasileiro surgir, talvez nunca venha a atuar.

– Do ponto vista legal e burocrático não há nenhum impedimento, porque o Rodrigo nunca jogou pela seleção principal da Espanha. Mas como ele veio para a Europa muito novo,seria normal a incorporação dele no time espanhol. Mas se um dia me consultarem da CBF, eu vou falar com ele e chegar a uma conclusão. Mas isso nunca aconteceu. No passado, tanto eu como o Mazinho  procuramos o pessoal da CBF para falar dos meninos. Nunca ninguém demonstrou interesse em que eles jogassem pelas seleções do Brasil – explicou Adalberto, enquanto acompanhava Rodrigo nos seus primeiros passos no Valencia. O ex-jogador de Real Madrid e Benfica vai assinar pelo clube esta semana.

Em Portugal, Rodrigo somou 17 gols nas quatro competições que o Benfica disputou na última temporada – vencendo o campeonato, Copa e Copa da Liga – e ainda alcançou a final da Liga Europa que o time perdeu contra o Sevilla.

NOVO GOLEADOR DO BENFICA

Com a saída de Rodrigo, o Benfica encontrou solução em outro brasileiro e um pouco mais novo. O nome dele é Derley, que trocou o Madureira pelo Marítimo na temporada passada e surpreendeu ao ser o segundo artilheiro do Campeonato Português, com 16 gols. Em apenas um ano, Vanderley Dias Marinho, de 26 anos, chamou a atenção de alguns times europeus, e o Benfica se apressou a contratar o jogador até 2018. Seria uma alternativa bem menos provável para Dunga, mas um nome que pode se destacar na próxima temporada.

SOLUÇÕES UCRANIANAS

Da mesma faixa etária, entre 26 e 27 anos – que em 2018 terão entre 30 e 31 – a Ucrânia tem dois centroavantes que podem ser observados por Dunga: Luiz Adriano, já consagrado no Shakhtar Donetsk , e Junior Moraes, que joga no outro time da cidade, Metallurg. Os dois brigaram pela artilharia do campeonato nesta temporada e o centroavante do Shakhtar venceu apenas por um gol (20 contra 19). É bem mais provável pensar na presença de Luiz Adriano já na próxima lista de Dunga, porque há sete anos que o jogador de 27 anos vem mostrando o seu talento na Ucrânia, onde soma 133 gols em 226 partidas com a camisa do Shakhtar.

Moraes chegou ao Metallurg em 2011, mas foi logo vendido ao CSKA Sofia, da Bulgária, onde marcou 16 gols em 24 jogos. Voltou para a Ucrânia na temporada seguinte e convenceu o clube que não tinha errado na sua contratação, marcando 30 gols em duas temporadas. A rápida adaptação do brasileiro de 27 anos a diferentes países do leste da Europa e aos seus campeonatos num curto espaço de tempo mereceram algum destaque do brasileiro na imprensa.

Fonte: G1

Share: