Warriors vencem Grizzlies e igualam melhor início invicto de sua história

206
0
Share:
Warriors chega a nona vitória consecutiva

Stephen Curry não precisa sequer jogar o fino do basquete para dominar um jogo hoje em dia na NBA, a liga americana de basquete. Bastou um terceiro quarto com cestas mágicas para comandar o Golden State Warriors em mais uma vitória, que igualou a melhor marca da franquia, quando ainda se chamava Philadelphia Warriors, em 1960/61, vencendo os nove primeiros jogos da temporada. A vítima desta vez foi o Memphis Grizzlies, que jogando em casa acabou derrotado por 100 a 84.
No terceiro quarto, Curry fez uma cesta de três quase caindo no chão e outra no estouro do cronômetro quase do meio da quadra. Foi o momento determinante para os Warriors impedirem uma reação dos Grizzlies. O armador terminou o jogo como cestinha, com 28 pontos, colaborando ainda com cinco assistências e cinco rebotes.

O brasileiro Leandrinho atuou quase 14 minutos, marcando quatro pontos e distribuindo quatro assistências. Pelos Grizzlies, agora com a campanha decepcionante de três vitórias e seis derrotas na temporada, salvou-se o espanhol Marc Gasol, com 26 pontos.

Nesta quinta-feira, os Warriors, atuais campeões, terão a chance de quebrar essa marca da franquia. O confronto será contra o Minnesota Timberwolves, fora de casa, às 23h (de Brasília). O adversário vem fazendo uma campanha surpreendente, com um time jovem, somando quatro vitórias e três derrotas.

Vaias e vingança

Antes de começar a temporada, o Dallas Mavericks tinha tudo acertado com o pivô DeAndre Jordan. No entanto, na última hora, o jogador acabou seduzido a permanecer no Los Angeles Clippers. Nesta quarta-feira, as duas equipes se encontraram e a torcida em Dallas não poupou o jogador. Com vaias intensas a cada vez que ele pegava na bola, procurou desestabilizá-lo e, em um jogo decidido nos minutos finais, saiu do ginásio com a vingança que queria. Os Mavericks venceram por 118 a 108, com 31 pontos do alemão Dirk Nowitzki, que acertou 11 de 14 arremessos de quadra.

Foi o primeiro jogo, em oito disputados, em que Nowitzki marcou 30 ou mais pontos nesta temporada. O alemão ainda pegou 11 rebotes. Jordan fez nove pontos e conseguiu o mesmo número de rebotes que o astro dos Mavericks.

O jogo foi intenso do começo ao fim. Conhecido pela deficiência nos lances livres, Jordan cobrou nove e acertou três. No último quarto, os jogadores do Mavericks fizeram três faltas seguidas no pivô propositadamente. A tática acabou funcionando, e ele precisou ser substituído para os Clippers voltarem a pontuar. No fim, valeu a experiência de Nowitzki com uma cesta de três pontos decisiva, a quinta certa em seis tentativas para garantir uma vitória de honra para os torcedores em Dallas.

George lidera os Pacers

Paul George mostra a cada jogo que sua recuperação da séria lesão sofrida no começo da temporada passada foi a melhor possível. Nesta quarta-feira, ele marcou 26 pontos e pegou 10 rebotes na vitória do Indiana Pacers por 102 a 91 sobre o Boston Celtics, mesmo jogando fora de casa.

Splitter faz oito pontos

Se com Anthony Davis a vida tem sido complicada para o New Orleans Pelicans, sem ele, poupado com dores no quadril, a situação fica ainda mais difícil. Nesta quarta-feira, apesar de ter liderado por 12 pontos, o time não conseguiu resistir ao time mais consistente do Atlanta Hawks, que venceu por 106 a 98, com 26 pontos de Al Horford. O brasileiro Tiago Splitter jogou 18 minutos e conseguiu oito pontos.

Brooklyn sai do zero

Fora de casa e contra um time da Conferência Oeste, o Brooklyn Nets conseguiu sua primeira vitória na temporada depois de perder os sete primeiros jogos. Com 22 pontos de Bojan Bogdanovic, que começou no banco, o time venceu por 106 a 98 sobre o Houston Rockets, que contou com 23 pontos de James Harden, além de 20 pontos e 17 rebotes de Dwight Howard.
Fonte: G-1

Share:

Leave a reply